29 de mai de 2015

Whistleblower alega a existência de uma frota de Ovnis escondida na parte escura da Lua

Um homem que alega ter trabalhado como consultor para a NASA e para a NSA fez uma série de declarações alucinantes.
Nos últimos 12 anos, o Dr. Eric Norton tem sido um consultor externo para a NASA e da Agência Nacional de Segurança (NSA) e o seu trabalho incluía estar atento a ameaças celestes, tais como asteroides e cometas.Mas em Janeiro de 2012, o Dr. Norton viu algo muito mais ameaçador – uma enorme frota de naves extraterrestres com trajectória directa para o nosso mundo.
A 22 de Janeiro, ele foi chamado ao Observatório MacDonald perto de Fort Davis, Texas.Usando a vasta gama de instrumentação da instalação, Dr. Norton foi capaz de detectar um grupo ameaçador de naves espaciais não identificadas.
“O que eu vi foi uma série de três estruturas tridimensionais negras no espaço, numa formação linear, avançando na direcção do planeta Terra.”
Ao longo de um período de três meses, ele acompanhou o seu avanço.O facto de os objectos “terem-se movido milhões e milhões de quilómetros em poucos meses”, sugeriu um nível tecnológico muito superior ao existente na Terra.
Dados de espectroscopia sugeriam que os objectos desconhecidos foram construídos com materiais milhares de vezes mais resistentes do que qualquer coisa já desenvolvida na Terra.Naturalmente, esta hipótese causou grande preocupação entre Norton e os seus pares.
Além disso, infravermelhos de imagens multiespectrais mostraram que partículas cósmicas foram desviadas pelo que deve ter sido um campo de energia não muito diferente do campo magnético que protege a nossa Terra.Enquanto a frota avançava pelo nosso Sistema Solar, os telescópios poderiam distinguir os seus detalhes com muito mais precisão e tornou-se óbvio que estas naves assemelhavam-se a um “L” tridimensional. A julgar pela distância, estas embarcações deviam ser enormes.
Whistleblower alega a existência de uma frota de Ovnis escondida na parte escura da Lua 2
A Janeiro de 2013, os objectos tinham passado a órbita de Marte e pareciam estar a direccionar-se para a Terra, quando os objectos simplesmente desapareceram de vista, levando Norton a crer que algum tipo de dispositivo de camuflagem havia sido implantado, eliminando efectivamente as naves a partir do espectro visível.
Durante a última década ou assim, técnicas de camuflagem avançadas têm vindo a ter um progresso constante aqui na Terra e há muito mais descobertas a serem feitas.Portanto, não deve de ser surpresa que uma civilização alienígena avançada possua tecnologia que poderia torná-los fisicamente invisíveis.
A frota deve ter mudado o seu curso também.No momento em que Norton e a sua equipa apontou o telescópio infravermelho para o último ponto no espaço onde a frota tinha sido avistada, não havia nenhum sinal deles.Como Leo Tolstoy disse uma vez, “é preciso ser esperto e perverso neste mundo.” Se ele vivesse hoje, teria considerado a escala cósmica também.
Norton descreveu os meses seguintes como um período tenso, quando a única coisa pior do que não saber a posição das naves espaciais era não saber a intenção exacta dos seus ocupantes.
“Eu sabia que os escalões superiores do governo estavam preocupados com esta situação porque eu estava sob uma constante guarda por agentes do Serviço Secreto.Durante quase todo o ano de 2013, nós observámos os céus em descrença.Nós não sabíamos o que estava a acontecer ou o que estas coisas eram.De acordo com os meus cálculos, essas coisas já poderiam estar tão perto de nós que não teríamos nenhum problema em vê-los no céu à noite, caso eles ficassem visíveis para nós. Nós não sabíamos se eles ainda estavam a chegar ou se tinham deixado o sistema solar.”
Cerca de um ano depois, Norton foi contactado por um ex-colega que divulgou o facto de que a frota estava mais uma vez visível e havia-se posicionado atrás da Lua.Ele entregou-lhe um relatório interno que mencionava um objecto enorme “visualmente verificado como tendo aterrado na nossa Lua.”
Felizmente, o objecto foi fotografado pela Câmara Orbital Lunar Reconnaissance e as imagens foram tornadas públicas acidentalmente no Google Moon. Como você pode ver na imagem abaixo, o objecto não identificado pousou numa cratera do tamanho da cidade de Chicago, o que significa chamar-lhe enorme seria um eufemismo.
Whistleblower alega a existência de uma frota de Ovnis escondida na parte escura da Lua 3
O mesmo relatório comunicou que o Departamento de Defesa ordenou o lançamento de três foguetes Terrier-Orion de Wallops Flight Facility da NASA 1:00-05:00 EST, a 15 de Janeiro de 2014. Os lançamentos foram realizados com o máximo sigilo e as suas missões permanecem desconhecidas para o público em geral.
Dr. Norton delineou o facto de que a sua divulgação pode ser perigosa. “Eu preciso de ter cuidado quanto às informações que revelo ao público para que eu me possa proteger.” Ele também acredita que as informações confidenciais que ele carrega tem o potencial para causar um poderoso golpe na opinião pública sobre o fenómeno Ufológico.
“Isto seria uma preocupação se revelado ao público. Não só mudaria o jogo para sempre, e não estamos a falar apenas sobre a repartição de todas as religiões e de uma total revolução de conhecimento sobre tudo o que já se sabe sobre o universo e o espaço, mas estamos a falar sobre a repartição da própria sociedade.
Estamos a falar de um assunto que ainda hoje carrega consigo um nível de descrença entre a maioria da comunidade mundial.”
Apesar das declarações de Norton serem definitivamente chocantes, ele oferece poucas provas para apoiá-las. Mas ele toca num ponto importante quando diz que uma intervenção extraterrestre desta magnitude seria exactamente o tipo de situação que o governo gostaria de manter um controle apertado.
Acho que nós não saberemos até eles se revelem.

Fonte:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, será muito legal...meu muito obrigado!! Volte Sempre!!!