26 de abr de 2018

Notícias falsas

Nenhum comentário:
As notícias falsas estão fazendo belos estragos ao redor do mundo nos últimos anos e hoje queremos dar algumas dicas de como você pode se proteger para não ser enganado pela próxima notícia falsa que cruzar o seu caminho.





25 de abr de 2018

Singapura, o pequeno grande gigante

Nenhum comentário:
Imagine um país minúsculo com uma área total menor do que a metade da área da cidade de São Paulo, e para piorar; esse país é uma ilha montanhosa cortada por rios, pântanos e canais e cercada por inimigos.
Esse país foi explorado durante séculos por uma potência colonial europeia e a independente há 53 anos, com a sua população tendo sido escravizada, pilhada e quase dizimada numa guerra mundial. Nesse país não há petróleo e nem gás natural, não há reservas minerais importantes de qualquer espécie, não há nem se quer terras aráveis para produzir comida para sua população de 5,5 milhões de habitantes.
Você com essa pequena constatação em relação a Singapura deve pensar que deve ser o pior lugar do mundo para se viver, certo? Errado!!! Confira porque!!!!  





AL CAPONE

Nenhum comentário:
AL CAPONE
Alphonse Gabriel "Al" Capone (Nova Iorque, 17 de janeiro de 1899 — Palm Beach, 25 de janeiro de 1947) foi um gângster ítalo-americano que liderou um grupo criminoso dedicado ao contrabando e venda de bebidas entre outras atividades ilegais, durante a Lei Seca que vigorou nos Estados Unidos nas décadas de 20 e 30. Co-fundador do Chicago Outfit (que no seu tempo, foi o maior expoente da máfia americana no meio-oeste dos Estados Unidos), é considerado por muitos como o maior gângster da história americana. Al era conhecido no seu círculo íntimo pelo apelido de Scarface ("Cara de Cicatriz"), devido a uma cicatriz em seu rosto, que obteve em uma briga na adolescência.

BIOGRAFIA

Alphonse Gabriel Capone nasceu em 17 de janeiro de 1899, no bairro do Brooklyn, na cidade de Nova Iorque. Seus pais, Gabriele Capone (1865-1920) e Teresina Raiola (1867-1952), eram imigrantes da Itália. Seu pai era um barbeiro e sua mãe era uma costureira, ambos nascidos na pequena vila de Angri, província de Salerno.
Al Capone cresceu numa vizinhança muito pobre e pertenceu a pelo menos duas quadrilhas de delinquentes juvenis. Aos quatorze anos foi expulso da escola em que cursava o ensino médio por agredir uma professora. Integrou o grupo dos Cinco Pontos (Five Points Gang) em Manhattan, e trabalhou para o gângster Frank Yale.


Em 1918, Capone conheceu Mae Joséphine Coughlin, de ascendência irlandesa. Em 4 de dezembro de 1918, Mae deu à luz seu filho, Albert Francis "Sonny" Capone. Al Capone casou-se com ela no dia 30 de dezembro do mesmo ano.
No ano seguinte, 1919, foi enviado por Frank Yale para Chicago transferindo-se para lá com sua família para uma casa localizada em South Prairie Avenue, 7244. Tornou-se braço direito do mentor de Yale, John Torrio.


Quando Torrio foi alvejado por rivais de outras gangues, Capone passou a liderar os negócios e rapidamente demonstrou que era melhor para comandar a organização do que Torrio, expandindo o sindicato criminoso para outras cidades entre 1925 e 1930.
Aos 26 anos mostrava-se um homem sem escrúpulos, frio e violento. Em 1929 foi nomeado o homem mais importante do ano, junto com personalidades da importância do físico Albert Einstein e do líder pacifista Mahatma Gandhi.


Capone controlava informantes, pontos de apostas, casas de jogo, bordéis, bancas de apostas em corridas de cavalos, clubes noturnos, destilarias e cervejarias. Chegou a faturar 100 milhões de dólares norte-americanos por ano, durante a Lei Seca, tendo sido um dos que mais a desrespeitaram. Acabou contraindo sífilis, o que o obrigava a tomar remédios fortes.
Em 1931, foi condenado pela justiça americana por sonegação de impostos, com onze anos de prisão sem condicional, sendo enviado para uma prisão em Atlanta e em 1934 a Alcatraz. Ele contraiu sífilis, tuberculose e apresentava traços de distúrbios mentais. Sua pena foi revisada em 1939 em decorrência de seu estado de saúde, sendo solto e indo morar na Flórida. Capone morreu, por fim, em 1947 em sua residência em Palm Beach por conta da doença, mas seu corpo foi sepultado em Chicago.






POR QUE MULHERES TÊM MAIS DOR DE CABEÇA QUE HOMENS? A CIÊNCIA EXPLICA

Nenhum comentário:
Cientistas da Universidade do Arizona, nos Estados Unidos, acreditam ter dado um passo importante para compreender por que mulheres são mais suscetíveis a ter dor de cabeça – enxaqueca – do que homens.

Emily Galloway, pesquisadora assistente, apresentou os resultados obtidos em um estudo no encontro anual da Sociedade Americana de Bioquímica e Biologia Molecular, que acontece de 22 a 25 de abril. 

“Conduzir pesquisas sobre os mecanismos moleculares por trás da dor de cabeça ou enxaqueca é o primeiro passo para desenvolvermos medicamentos para tratar enxaquecas que sejam voltadas para homens ou para mulheres”, disse Emily ao Science Daily. 

A pesquisa procurou analisar a relação entre enxaqueca e a presença de NHE1, uma substância responsável por transportar íons e sódio para dentro das células cerebrais. 

 Um dos resultados identificados pela equipe de pesquisadores foi que a baixa concentração de NHE1 contribui para o surgimento de dor de cabeça ou enxaqueca. Ainda, isso também impediria medicamentos de serem absorvidos pelas células. 

O estudo foi conduzido com ratos de laboratório. Além dos machos apresentarem taxas mais elevadas de concentração da substância, foi detectado que as quedas na taxa de NHE1 das fêmeas coincidiram com altas na taxa de estrogênio. 

“Com base nessas informações, acreditamos que mulheres são mais suscetíveis a enxaqueca porque elas possuem uma variação maior na produção de hormônios que influenciam na quantidade de NHE1”, explicou Galloway.

Fonte: 
Acredite ou não 




24 de abr de 2018

O Julgamento

Nenhum comentário:
Um dos exercícios mais praticados pela humanidade é o julgamento. Julgamos o outro, baseados em nosso código de valores, nossas percepções e naquilo que nossa imaginação cria a respeito de cada pessoa com a qual convivemos. 

Ocorre que nem sempre esta avaliação se mostra correta e, por essa razão, ao julgar corremos o risco de cometer equívocos e praticar injustiças.  

O pior que pode acontecer quando julgamos alguém é, sem dúvida, não levar em conta os sentimentos daquele que estamos criticando. 

Por mais que não concordemos com as atitudes de uma pessoa, não podemos nos esquecer de que elas são motivadas, de um modo geral, pelas suas emoções e que agindo de modo rígido e inflexível também estamos nos deixando levar por nosso lado emocional.

Saber reconhecer quando estamos sendo influenciados por nossos conflitos internos no momento em que avaliamos as ações alheias, é o primeiro passo para que possamos abandonar a postura de juízes implacáveis e nos colocar no lugar de quem estamos julgando. 

 O sistema judiciário se baseia em leis pré-concebidas com o objetivo de garantir a convivência civilizada entre os seres humanos. Mas, fora desta esfera, nas atitudes cotidianas, nos arvoramos muitas vezes no papel de juízes implacáveis daqueles que não se enquadram em nossos hábitos e costumes. 

Humildade, sabedoria e a capacidade de aceitar as diferenças de modo tolerante, constituem os melhores instrumentos para que escapemos da armadilha do julgamento. 

“… Quando você diz que você se julga, isso é algo tomado emprestado. As pessoas julgaram-no, e você deve ter aceitado as idéias delas sem nenhuma investigação. Você está sofrendo de todas as espécies de julgamento das pessoas, e você está jogando esses julgamentos nas outras pessoas. E todo esse jogo desenvolveu-se além da proporção – a humanidade inteira está sofrendo disso.

Se você quiser livra-se disso, a primeira coisa é esta: não se julgue. Aceite humildemente sua imperfeição, seus fracassos, seus erros, suas faltas. Não há nenhuma necessidade de fingir outra coisa. Seja você mesmo: “É assim mesmo que eu sou, cheio de medo. Eu não posso andar na noite escura, não posso ir lá na densa floresta.”. O que há de errado nisso? – é humano.

Uma vez que você se aceite, você será capaz de aceitar os outros, porque você terá um clara visão interior de que eles estão sofrendo da mesma doença. E a sua aceitação deles, os ajudará a aceitarem-se.

Nós podemos reverter todo o processo: aceite-se. Isso o torna capaz de aceitar os outros. E porque alguém os aceita, eles aprendem a beleza da aceitação pela primeira vez – quanta tranqüilidade se sente! – e eles começam a aceitar os outros. 

Se a humanidade inteira chegar ao ponto onde todo mundo é aceito como é, quase noventa por cento da infelicidade simplesmente desaparecerá – ela não tem fundamentos – e os seus corações se abrirão por conta própria e o seu amor estará fluindo. 

Neste exato momento, como você pode amar? Quando você vê tantos erros, tantas fraquezas… – como você pode amar? Você quer alguém perfeito. Ninguém é perfeito, assim, você tem de aceitar um estado de não-amor, ou aceitar que não importa se alguém não é perfeito. O amor pode ser compartilhado, compartilhado com todas as espécies de pessoas. Não faça exigências.

O julgamento é feio – ele fere as pessoas. Por um lado, você vai machucando, ferindo-as; e por outro lado, você quer o amor delas, seu respeito. Isso é impossível. 

 Ame-as, aceite-as e, talvez, seu amor e respeito possa ajudá-las a mudar muitas de suas fraquezas, muitas de suas falhas – porque o amor lhes dará uma nova energia, um novo significado, uma nova força. O amor lhes dará novas raízes para se erguerem contra os ventos fortes, um sol quente, a chuva forte.

Se apenas uma única pessoa o ama, isso o faz tão forte, que você nem pode imaginar. Mas, se ninguém o ama neste vasto mundo, você fica simplesmente isolado; então, você pensa que é livre, mas você está vivendo numa cela isolada em uma cadeia. É que a cela isolada é invisível; você a carrega consigo. 

O coração abrirá por si mesmo. Não se preocupe com o coração. Faça o trabalho preparatório."


21 de abr de 2018

O TRÁGICO FIM DO HULK e a REALIDADE CRUEL E INSANA QUE AINDA PERSISTE NA HUMANIDADE

Um comentário:
Todos os super heróis estão mortos, e que por mais que os super heróis tem defendido a humanidade de seres alienígenas e vilões poderosos, mas eles não conseguiram defender os humanos dos próprios humanos. 

Nessa história acima de tudo há uma genealidade sobre a crítica do roteirista contra a humanidade que se auto-destrói e isso nos dá uma grande oportunidade para nos fazer refletir, pra gente perceber que nós temos tudo pra ser uma sociedade fantástica e bem mais consciente de si mesma. Mas infelizmente enquanto o poder e a ganância ainda dominar o mundo a humanidade sempre caminhará para um fim trágico por amor a ignorância. 





Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
▲ Topo