24 de nov de 2013

TIRE AS MÃOS DO MICRO-ONDAS

Posted by Liberte Sua Mente on domingo, 24 Novembro, 2013

Há mais de uma década os fornos de micro-ondas são utilizados para o preparo de alimentos em restaurantes e também no uso doméstico. O preparo mais rápido das refeições, conforto e simplicidade são argumentos de venda. Junto com recomendações científicas, diversos livros de receitas culinárias promovem essa técnica e auxiliam a venda. 

O forno de micro-ondas é consequência do uso técnico de micro-ondas durante a Segunda Guerra Mundial (1939-1945). Como foi constatado que a micro-onda é prejudicial – sobretudo seu efeito térmico sobre o sistema biológico –, existem valores que limitam o risco de vazamentos da irradiação do forno de micro-ondas. Mas a qualidade da comida aquecida no forno de micro-ondas não é contestada. Para muitos, não é melhor nem pior do que aquela cozida de maneira convencional.



Ação das micro-ondas sobre sistemas vivos 

O espectro das micro-ondas vai desde as ondas de rádio até as ondas curtas infravermelhas. As micro-ondas abrangem o rádio, a televisão, o radar, os satélites, os telefones sem fio, instalações militares e também os fornos de micro-ondas.

Os efeitos destrutivos afetam as membranas celulares, a divisão celular, os glóbulos vermelhos do sangue. Podem provocar leucemia, alterações genéticas e chegam até a paralisação total dos ciclos naturais. 

A micro-onda tecnicamente produzida baseia-se no princípio da corrente alternada. Matéria – átomos, molécula ou célula de um sistema orgânico que possa resistir a tamanha força destrutiva por muito tempo. Estruturas moleculares se rompem, moléculas são transformadas em isômeros e assumem outras qualidades. 

O movimento caótico de oscilações provoca atrito entre as moléculas e produz calor. No aquecimento convencional sobre o fogo ou no fogão, o calor parte de fora para dentro. O aquecimento provocado pelas micro-ondas parte de dentro para fora – começa principalmente onde existe água e o atrito transforma as energias em calor. Como a planta, o animal e o homem são compostos em até 80% por água, não é difícil imaginar os riscos biológicos das micro-ondas. 

Contrário à micro-onda técnica, a irradiação de micro-ondas do Sol baseia-se no princípio da corrente contínua. Ela não provoca atrito na matéria.


Células são rompidas 


Ao lado do efeito térmico das micro-ondas, ocorre ainda outro efeito que, porém, não se pode medir como o efeito térmico: estruturas moleculares são rompidas, deformadas e despojadas de suas funções naturais. 

As células são rompidas e a tensão entre o espaço interno e o espaço externo da célula é anulada. Uma célula afetada dessa forma torna-se presa fácil de vírus e fungos. A agressão contínua suprime os mecanismos de reparo, a célula é obrigada a passar à respiração anaeróbica. Em lugar de H2O e CO2 (respiração aeróbica), são produzidos também os gases venenosos H2O2 e CO, como na célula cancerosa. Por isso é tão perigoso um vazamento do forno de micro-ondas. Sabemos que todos esses fornos apresentam permeabilidade (deixam vazar radiação) e, com o passar do tempo, tornam-se mais permeáveis. 

As micro-ondas prejudicam as funções naturais de todos os sistemas vivos. Elas afetam a pele exposta, os olhos, os pulmões (na inspiração de ar irradiado) e também os alimentos irradiados. 


*Texto retirado de:http://www.vegetarianismo.com.br/sitio/index.php?option=com_content&task=view&id=331&Itemid=32

Mais informações sobre o assunto:
http://www.vegetarianismo.com.br/sitio/index.php?option=com_content&task=view&id=330&Itemid=32

- See more at: http://www.curapelanatureza.com.br/2009/02/tire-as-maos-do-microondas.html#sthash.7S8NvURR.dpuf

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, será muito legal...meu muito obrigado!! Volte Sempre!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
▲ Topo