8 de jan de 2014

O MELHOR LEITE DEPOIS DO MATERNO: O LEITE DE SEMENTES GERMINADAS


Depois do leite materno, o melhor leite para os seres humanos é o de sementes germinadas. Na alimentação viva tudo tem início pela germinação das sementes e grãos, agentes biogênicos (que geram vida), por sua qualidade nutricional e energética. Ao colocarmos uma semente para germinar (água = umidade + escurinho = à noite), ela entende que chegou a hora de brotar e se expandir para virar uma nova planta. Neste exato momento, substâncias antinutricionais (glúten, ácido fítico, inibidores de tripsina, etc.) são transformadas em substâncias ativas (enzimas, vitaminas, sais minerais) da germinação, para provocar um rápido brotar, enraizar e crescer. Quem já colocou uma semente germinada para brotar, não cansa de se extasiar diante das mudanças a olhos vistos, a cada hora que passa diante do canteiro. Sementes oleaginosas (girassol, gergelim, linhaça, castanha-do-pará, nozes, etc.) e grãos de cereais (trigo, cevada, aveia, etc.) são alimentos especiais, porque neles predominam macronutrientes como as proteínas e gorduras vegetais, e micronutrientes, como o selênio e o cobre, matérias-primas excelentes para o cérebro. E o interessante é que os leites preparados a partir dessas sementes germinadas apresentam uma digestão leve e alcalinizante (ao contrário da digestão das proteínas de origem animal, que é lenta e acidificante), além da propriedade de facilitar a liberação da serotonina, um neurotransmissor benéfico para várias funções cerebrais, entre elas a de facilitar o bom-humor e a qualidade do sono. Para preparar esses leites, precisamos antes germinar a semente escolhida: 

GERMINANDO SEMENTES E GRÃOS - preparo em geral 


1.     Coloque de uma a três colheres (sopa) da semente ou grão escolhido num vidro e cubra com água filtrada. 

2.     Deixe de molho por 8 a 12 horas – varia para cada semente. Amêndoa, por exemplo, germina na água por 24-48 horas. Ver abaixo. 
3.     Cubra a boca do vidro com um pedaço de filó e prenda com um elástico. 
4.     Despeje a água em que ficaram de molho e enxágue bem as sementes sob a torneira. 
5.     Depois da fase de molho, vem a fase da aeração. Então, coloque o vidro inclinado (45 graus) e emborcado num escorredor, num lugar sombreado e fresco. Outra opção, mais prática, é colocar as sementes "acordadas" sobre uma peneira. 
6.     Enxágue pela manhã e à noite. Em dias quentes, é preciso lavar 3 ou mais vezes. 
7.     O tempo de germinação varia de acordo com a semente, temperatura local, etc. Em geral, estão com sua potência máxima logo que sinalizam, ou seja, quando põem a "cabecinha branca" para fora, o chamado narizinho. Então estão prontas para serem consumidas. O ponto limite para consumo é até que o gérmen atinja o tamanho da semente. Depois disso ela deverá ser brotada, plantada ou jogada fora.  

Sementes – uma a uma 


Trigo: coloque as sementes de molho em água filtrada por 8-12 horas. Na sequência elas deverão ficar aerando como na operação 6. Em 16 a 24 horas estarão germinadas e prontas para consumo. 

Alpiste e painço: coloque as sementes de molho em água filtrada por 8-12 horas. Na sequência elas deverão ficar aerando como na operação 6. Em 12 a 24 horas horas estarão prontas para o preparo do leite.tarão germinadas e prontas para consumo. 
Girassol: pode ser com casca ou sem casca. Coloque as sementes de molho em água filtrada por 8 horas. O girassol sem casca ficará pronto com somente estas 8 horas de hidratação. Já o girassol com casca deverá ficar aerando como na operação 6. Em 1-2 dias estarão germinadas e prontas para consumo. 
Linhaça: coloque as sementes de molho em água filtrada por 8 horas (ideal durante a noite). Use 1 parte de semente para 5 partes de água. Estas sementes não precisam aerar. É opcional dar uma lavada rapidíssima numa peneira sob a torneira antes do seu consumo. A mucilagem (uma gosminha) formada pela semente da linhaça deverá ser preservada, pois ela é terapêutica. Estará pronta para fazer leite, pasta ou usar em receitas de sucos desintoxicantes. 
Gergelim: é uma fonte maravilhosa de cálcio e fósforo. Coloque as sementes de molho em água por 8 horas. Coe numa peneira e deixe as sementes por máximo 1 hora aerando. Mais que isso irá ficar amargo. Prepare então o leite batendo no liquidificador com o dobro de água filtrada ou de coco. Tome imediatamente para evitar o sabor amargo. 
Nozes brasileiras (pecã e macadâmia): coloque as sementes de molho em água filtrada por 48 horas, trocando a água 2 vezes/dia. Assim, estarão prontas para consumo, pois as castanhas não necessitam aeração. Prepare então o leite, pasta ou use em receitas de sucos verdes e desintoxicantes. 
Noz portuguesa: coloque as sementes de molho em água filtrada por 8 horas. Assim, estarão prontas para consumo, pois elas não necessitam aeração. Prepare então o leite ou pastas doces ou salgadas. 
Amêndoa e Avelã: coloque as sementes de molho em água filtrada por 48 horas. Troque a água 2 vezes/dia. Estas sementes não necessitam aeração. Estará pronta para fazer leite, pasta ou usar em receitas de sucos verdes e desintoxicantes. Castanhas do pará e de caju: coloque as sementes de molho em água filtrada por 4 horas. Por terem passado por cozimento ao serem descascadas, estas sementes não germinam, somente acordam. Assim, estarão prontas para consumo, porém mais digestas e menos calóricas. Prepare então o leite ou pastas doces ou salgadas. Receitas Leite de trigo: pode ser preparado a partir de um trigo germinado de 2 dias (conforme acima) batido no liquidificador com água na proporção de 1 parte de germinado para 1 de água. Coe na PF1 e está pronto para o consumo puro ou no preparo de vitaminas com frutas frescas. 

OBSERVAÇÃO: Estudo na mesa radiônica revela: - teor de glúten no trigo antes de germinar: 22 a 25% com uma digestabilidade de 60% - teor de glúten no trigo após germinação: 13 a 15% com uma digestabilidade de 80% Leite de alpiste (ou painço) com banana e gengibre: prepare o germinado conforme acima. Para cada ½ xícara (chá) de semente germinada use + 1 xícara (chá) de água filtrada ou de coco verde. Bata tudo no liquidificador e coe na PF1. Volte para o liquidificador, acrescente 1-2 bananas nanica bem maduras, suco fresco de 1/2 limão e sumo de gengibre a gosto. Bata e sirva imediatamente. Opção: no lugar do gengibre use ramos de salsa crespa. Leite de amêndoas: prepare o germinado de amêndoa conforme indicado acima. Bata no liquidificador colocando água aos poucos até que fique um leite cremoso. Em geral a proporção é para cada mão de semente (ideal sem a pele), uma xícara (chá) de água. Coe na PF1 e reserve a pasta que fica sobre o coador para o preparo de pastas e patês. Retorne o leite para o liquidificador, adicione maçã picada a gosto e acerte a doçura com uma fruta seca de sua preferência. A medida é 1 colher (sopa) de fruta seca/xícara (chá) de leite. Leite de gergelim com mamão: ½ xícara (chá) de semente de gergelim germinada conforme indicado acima + 1 xícara (chá) de água mineral. Bata tudo no liquidificador e coe na PF1. Volte para o liquidificador, acrescente 1 xícara (chá) de mamão picado e sirva imediatamente, pois esta semente tende a desenvolver um fundo de sabor amargo. Leite de gergelim com morango: 1 xícara (chá) de leite de gergelim + 1/2 xícara de morangos doces + água e polpa de 1 coco-verde. Prepare o leite de gergelim + água de coco conforme indicado acima. Volte para o liquidificador, acrescente os morangos e a polpa do coco. sirva imediatamente, pois esta semente tende a desenvolver um fundo de sabor amargo. Leite de coco: nada mais simples do que bater no liquidificador a água do coco com sua própria polpa. Não acrescente mais nada e delicie-se! Você pode ainda acrescentar fermento BioRich e preparar um delicioso iogurte natural de coco. Imitação de chocolate: ¼ xícara (chá) de leite de amêndoas + ½ xícara (chá) de tâmaras sem caroço picadas + 1 coco verde (polpa + água) + 2 colheres (sopa) de alfarroba em pó. Passe no liquidificador. Sirva gelado. Vitamina cremosa: 1 xícara (chá) da sua fruta favorita + 1 xícara (chá) de leite de trigo + 1 beterraba (crua) pequena + 2 colheres (sopa) de girassol germinado. Bata tudo no liquidificador e coe na PF 1. Sirva imediatamente. Iogurte de nozes: coloque 1 xícara de nozes (ou da semente desejada) de molho em água para germinar conforme indicações acima. Passe no liquidificador colocando água aos poucos até que fique um creme grosso. Passe na peneira para coar a parte líquida e ponha a massa numa tigela coberta com um pano fino para que o ar possa penetrar. Coloque a tigela num lugar morno e deixe descansar por 6 a 12 horas ou até ficar como um gosto ácido. Este iogurte pode ser feito com gergelim, girassol, com qualquer tipo de nozes ou combinações. Pode-se variar o gosto acrescentando mel, suco de limão, sal marinho, essência natural de baunilha ou outros sabores naturais. Atenção: quanto mais tempo o iogurte demorar num lugar morno, mais ácido irá ficar.


 http://www.curapelanatureza.com.br/2013/07/o-melhor-leite-depois-do-materno-o.html#sthash.yqBjSemO.dpuf

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, será muito legal...meu muito obrigado!! Volte Sempre!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
▲ Topo