26 de mar de 2015

O Rei Salomão é um personagem mítico, nunca existiu, assim como Jesus Cristo



O Rei Davi [que dizem, Jesus é um descendente] e o Rei Salomão não passam de personagens de ficção, criados para encantar e alienar uma multidão de analfabetos que acabaram abraçando as "Estórias" como verdadeiras. Mas tudo não passa de fantasias, imaginação, nada é baseado em fatos. Isso coloca em cheque todas as crenças cristãs, judias, e islâmicas, tudo não passa de ficção barata criada provavelmente por sacerdotes corruptos do passado, [muito provavelmente da Babilônia, durante a sua decadência] que procurando alguma forma de manipular o povo, e arrancar deste doações, ofertas em dinheiro, criaram todo esse conto de fadas. Segundo a Bíblia, Salomão tinha mais de 700 esposas e 300 concubinas, o maior faraó de todos os tempos, Ramsés II, teve 'apenas' 200... Os palácios de Ramsés estão ai até hoje, suas estatuas, suas escritas, sua múmia, seu tumulo, os governantes de outros países relatam sobre ele, etc... Ele REALMENTE EXISTIU, e Salomão? O Rei "Super Rico"? Que sustentava um harém quadro vezes e meia maior que o maior e mais rico Faraó do Egito de todos os tempos? As pessoas muitas vezes cita o muro das lamentações como "prova" da existência de Salomão, mas isso é um erro de amador... pois o "templo de salomão" foi construído a pedido do Rei Herodes, um rei cliente de Roma, e ele teve ajuda Romana para construí-lo! O tal "muro das lamentações" é sobra do templo erguido por Herodes com ajuda dos Romanos!



bíblia, Channel, historias da bíblia, maçonaria, mistérios da bíblia, National Geographic, Os Reis de Israel, primeiro testamento, rei Salomão, templo de Salomão
 Rei Davi de Israel, apenas ficção, nunca existiu...

Há de fato uma ruína muito mais antiga, que qualquer civilização conhecida, naquele local, tal ruína é as sobras de uma grande construção megalítica feita com centenas de pedras gigantes, são blocos imensos, como os de Baalbek - [Clique Aqui], e assim como os de Baalbek, não existe explicação convencional para tais estruturas, inclusive se especula que se trata de uma construção extraterrestre, (ridículo?) Veja as nossas paginas sobre o assunto, e verifique se temos razão - [Clique Aqui], então o que deve ter acontecido? Bem... provavelmente sacerdotes da Babilônia depois da queda do império criado por Nabucodonosor II perante Ciro II da Pérsia, fugiram para a região onde hoje é Israel, e ali aconteceu uma coisa muito estranha, um, ou mais sacerdotes, começaram a criar um "livro sagrado" para criar uma nova religião, e construir uma nova civilização, não sabemos se fizeram isso por que eram muito ousados, ou se foram influenciados por entidades que psicografaram as ideias/ordens que foram baseadas porcamente nos mitos, e crenças Babilônicas  mas o que sabemos com certeza é que esses sacerdotes reescreveram a historia, e inventaram muitos "fatos", que são completamente inconsistentes, mas que foram adotados como "verdade" pelo povo pobre, analfabeto e fugitivo, que então adotaram os contos de fadas como sua "historia", criando assim o que hoje chamamos de "povo de israel", acredito que as ruínas megalíticas de uma civilização desconhecida foi usada para "provar" que eles tinham "razão", devem ter dito - "Olha essas pedras! Vejam esses blocos gigantes! Certamente só poderia ser construído com a ajuda de Deus, foi Salomão, o mago que com a ajuda de seu anel magico recebido de Adonai que tornou possível tal construção", e o povo analfabeto caiu na conversa direitinho... Mais sobre as fraudes das religiões?



bíblia, Channel, historias da bíblia, maçonaria, mistérios da bíblia, National Geographic, Os Reis de Israel, primeiro testamento, rei Salomão, templo de Salomão 
Blocos Gigantes de Israel, esses super blocos ficam dentro do muro das lamentações, foram usados para criar um muro de contenção, sua idade é desconhecida, assim como os super blocos de Baalbek

-“A Religião é o Ópio da Humanidade” [Karl Marx, filósofo, historiador e teórico político] - “Todas as religiões foram criadas pelo homem. Deus? Se existe, deve estar rindo da estupidez de suas criaturas” [Bruno G. Moraes]


Rei Salomão, pura ficção, não há prova alguma que ele tenha existido [Clique Aqui]



Templo de Salomão, na verdade é o templo de Herodes Antipas, o Rei cliente de Roma, blocos gigantes mais antigos foram usados para 'reconstruir' o templo de Salomão, supostamente destruído por Nabucodonosor II, em Baalbek o mesmo aconteceu, os blocos gigantes de ruínas de uma civilização desconhecida foram usados para construir tempos gregos, e mais tarde templos romanos 


               A Controvérsia da Estela de Tel Dã               

Eric Willian,comentário no Youtube - Veja a Estela de Tel Dã (1993), cuja descoberta provou, sem sombra de dúvidas, a existência do rei Davi (1015-975 a. C.) e seu reinado. Placa comemorativa sobre conquista militar da Síria sobre a região de Dã. A inscrição traz de modo bem legível a expressão "casa de Davi", que pode ser uma referência ao templo ou à família real. O nome de Davi, indicando que este foi um personagem real. Esta descoberta também fez mídia admitir que a Bíblia pode ser tomada como fonte de documentação histórica.

Minha Resposta: 

A Estela de Tel Dã provou, sem sombra de dúvidas a existência de Davi? Não me faça rir... aquelas pedrinhas quebradas e insignificantes? Sabe por acaso como chegaram a datação de tal minúsculo, insignificante achado? Existe uma ENORME controvérsia quanto a esses pedaços de pedra, a pessoa que os achou foi o israelense Avraham Biran que obviamente comprometido com a religião judaica, força as evidencias para a suas conveniências. Há duas menção na estela pelo escriba sírio: "Casa de Davi" e "Rei de Israel". Isso é freqüentemente citado como prova de apoio para a monarquia Davidica. Porém, os críticos têm opinado e sugerido outras traduções de ביתדוד, geralmente baseando-se no fato de que pode ser pronunciado tanto como Davi e também como Dod ("amado" em hebraico) ou formas conexas. A letra Vav(ו) do alfabeto hebraico tem duas funções sonoras: ela pode ser usada para representar a letra "w", um "o" ou "u" breves, ou seja, pode se escrever transliteradamente DWD, DoD ou DuD. Aqueles que negam a evidência "casa de Davi" dizem que a palavra é DOD (que pode ser traduzido para, TIO, AMANTE, OU AMADO; ou mesmo DOAD, que é um grande navio." Nas antigas línguas de origem semítica era usado um ponto para dividir palavras compostas, no caso, a expressão "casa de Davi" poderia ter sido escrita como בית • דוד. O sírio responsável pela escrita na Estela de Tel Dan não empregou o divisor para a palavra ביתדוד.

Gary Rendsburg afirma que a expressão é de origem aramaica; e que os sírios estavam referindo a um estado sírio, dizendo: Pode ser que os sírios estavam designando BYT HUMRI,ou seja, casa de Omri. Philip Davies: "Mas vamos deixar esta ilusão e retornar à crítica das seis letras, BYTDWD,para ver o que realmente pode significar. Evidentemente existem dois elementos verbais aqui, dos quais o primeiro é Beth, casa. Mas a probabilidade é que o segundo elemento termina em um nome de lugar, como Belém (Casa do Pão) tradução correta ou Belém (uma palavra), como é comumente escrito em letras latinas. Também uma minoria significativa considera que a leitura correta e de tradução, Bet Lachmu, (Casa do deus Lachmu), que é um popular (e verificado) deus local. Parece intrinsecamente mais provável que um lugar de nome composto com Beth seria escrito como uma palavra separada, ao invés de uma frase que significa "Casa de Davi", referindo-se a dinastia, de Davi. Esse nome pode ser um lugar chamado Beth-DoD (no caso do "w" servindo como vogal rudimentar. Ou mesmo pode ser utilizado para escrever a última sílaba da cidade de Ashdod dos filisteus) ou Bethdaud (apenas com uma pronúncia de uma vogal diferente).

Todos esses nomes de lugares são bastante razoáveis sugestões … Existem outras possibilidades … Por exemplo, em uma inscrição contemporânea, a estela Messa ou a pedra moabita, a expressão «R'L DWDH (אראל דודה) aparece . A segunda palavra permanece algo de um enigma. Alguns estudiosos, apesar de uma minoria, traduzem-o como "Davi" e encaram-o como o nome do fundador da dinastia de Judá, heh…Mas no final este sentido é improvável.O dawidum substantivo também é encontrada em um texto cuneiforme de Mari (século 18 a.C.), oferecendo uma outra possível pista,embora o significado deste termo permanece incerto. Na Bíblia, DWD pode significar "amado" ou "tio", e em uma outra tradução (1 Samuel 2:14), significaria "chaleira". Então, uma série de maneiras de compreender DWD se apresentam, a maioria delas muito mais plausível do que se traduzir para "Davi". Thomas L. Thompson: argumentou que, mesmo se pudesse ser comprovados que os termos "Casa de Davi" ou "Casa de Omri" foram usados para descrever os reis de Judá e de Israel naquele tempo, não dever-se-ia concluir que viu-se a Davi e Omri como antepassados recentes e que tinha fundado dinastias no sentido moderno, outras interpretações da casa como "termo", neste contexto, são possíveis. George Athas propõe que os três fragmentos foram colocados numa posição errada. Ele argumenta que o fragmento A (maior) deve ser colocado bem acima dos fragmentos B1 e B2 (que se encaixam). A opinião minoritária sobre a inscrição DWD (Davi) é que na verdade é uma referência a Thoth (pronunciada, de acordo com os gregos antigos, como Tut - como em Tutmés), portanto, segundo eles pode se referir a um templo de Thoth. Mas o egiptólogo Kenneth Kitchen assinala que não há nenhum templo de Thoth conhecido na área. Outros acreditam que ביתדוד se refere a uma localização geográfica desconhecida.

Tá ai Eric Willian a sua "grande prova" que o Rei Davi existiu... O que é mais notório nessa historia toda é que é incrível como não há menção desses míticos e "gloriosos" reis de Israel nos reinos vizinhos, o que seria natural correto? Se eles foram assim tão "poderosos" os outros reis, no mínimo, deveriam comentar sobre eles, dever-se-ia ter alguma visita oficial, troca comercial, conflitos, etc... pois foi assim COM TODOS OS FARAÓS DO EGITO mas não com o Rei Davi, e nem muito menos com o Rei Salomão, que aliás... tinha 700 mulheres, e mais 300 concubinas. Muito mais que o maior e mais prestigiado faraó do Egito de todos os tempos, Ramsés II, que possuiu 'apenas' 200 durante a sua longa e prospera vida... 'Incrível' como todos os governantes, prefeitos, militares dos reinos vizinhos ignoraram toda essa riqueza, e poder do Rei Salomão... Pura inveja deles né Eric Willian?


  Mais imagens da Estela de Tel Dã:               
bíblia, Channel, historias da bíblia, maçonaria, mistérios da bíblia, National Geographic, Os Reis de Israel, primeiro testamento, rei Salomão, templo de Salomão

bíblia, Channel, historias da bíblia, maçonaria, mistérios da bíblia, National Geographic, Os Reis de Israel, primeiro testamento, rei Salomão, templo de Salomão

bíblia, Channel, historias da bíblia, maçonaria, mistérios da bíblia, National Geographic, Os Reis de Israel, primeiro testamento, rei Salomão, templo de Salomão

bíblia, Channel, historias da bíblia, maçonaria, mistérios da bíblia, National Geographic, Os Reis de Israel, primeiro testamento, rei Salomão, templo de Salomão


Bruno Guerreiro de Moraes, apenas alguém que faz um esforço extraordinariamente obstinado para pensar com clareza...

http://seteantigoshepta.blogspot.com.br/


Um comentário:

  1. Boa noite, meu amado. Bem, todos temos uma opinião. E devemos respeitá-la, independente de qual seja.
    Se procurarmos melhor antes de "afirmar" encontraremos evidências arqueológicas sobre tais existências. No máximo, acho que o que resta é se questionar e colocar numa balança 50/50. Existem evidências assim como eu existe um registro de certidão de nascimento. O seu pai e o meu pai são, de fato, nossos pais? São documentos que comprovam. Se não acreditamos em tais afirmações, logo, não podemos afirmar que somos filhos de quem somos. Não sei se concorda comigo, mas comenta aí. Seu comentário também será muito legal.
    Boa noite e espero que me entenda e, se eu tiver sido néscio, peço desculpa. Fique na paz.

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, será muito legal...meu muito obrigado!! Volte Sempre!!!