3 de set de 2013

Promotoria pede apreensão de lotes de leite das marcas Elegê e Batavo

Posted by Liberte Sua Mente on terça-feira, 03 Setembro, 2013


PORTO ALEGRE – A Promotoria de Justiça de Defesa do Consumidor do Ministério Público do Rio Grande do Sul (MP-RS) pediu à Justiça nesta sexta-feira que determine a apreensão de todos os lotes de produtos das marcas Elegê e Batavo, produzidos pela Brasil Foods, que tenham presença de álcool etílico em sua composição. O produto contaminado, identificado pelo Ministério da Agricultura, foi recebido na unidade da empresa localizada em Teutônia no dia 5 de agosto, industrializado e colocado no mercado. Segundo o MP, foi detectado um volume aproximado de 33,5 mil litros de leite contaminado.
O pedido cautelar de apreensão foi assinado pelo promotor Alcindo Bastos Filho. O MP solicitou explicações à empresa sobre as quantidades de leite processadas com álcool colocadas no mercado e os tipos de produtos que receberam a matéria-prima contaminada. A Promotoria de Justiça de Defesa do Consumidor também quer saber se houve ou não descumprimento do termo de ajustamento de conduta (TAC) assinado com a empresa em junho. Em caso positivo, haverá a incidência das multas previstas no termo.

No dia 25 de junho, a Brasil Foods foi multada por dano moral coletivo em R$ 1,8 milhão pelo prejuízo aos consumidores com a contaminação com formol de dois lotes de leite produzidos na unidade de Teutônia e comercializados em Curitiba. A multa veio em forma de doação: R$ 500 mil foram entregues ao Fundo de Defesa do Consumidor do Paraná e o restante foi investido em equipamentos para órgãos públicos fiscalizadores do Rio Grande do Sul, entregues nesta sexta-feira.
O promotor Alcindo Luz Bastos da Silva Filho ressaltou que, independentemente da atividade de fiscalização realizada pelo Ministério, é de responsabilidade das indústrias analisar previamente o leite cru e rejeitá-lo caso haja indícios de inconformidade, impedindo que o produto chegue aos consumidores.
A Brasil Foods informou que tão logo soube pelo Ministério da Agricultura e Pecuária da possibilidade de desvio na matéria-prima, a unidade de Teutônia destinou o leite à desidratação para que o produto não fosse distribuído aos consumidores. Segundo a empresa, o fornecedor do leite cru "em suposta não conformidade" já foi afastado do quadro de transportadores.
"Nenhum consumidor, portanto, teve acesso a qualquer produto com padrão de qualidade alterado", informou a nota.

Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/defesa-do-consumidor/promotoria-pede-apreensao-de-lotes-de-leite-das-marcas-elege-batavo-9755724#ixzz2dgxWOkVT 
© 1996 - 2013. Todos direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, será muito legal...meu muito obrigado!! Volte Sempre!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
▲ Topo