29 de dez de 2013

MENTE: UM FENÔMENO CRIADO PELO HOMEM



"A mente não consegue se aquietar. Ela precisa pensar, precisa se preocupar, incessantemente. A mente funciona como uma bicicleta; enquanto você pedala, ela continua andando. No momento em que você pára de pedalar, ela começa a cair. A mente é um veículo de duas rodas assim como a bicicleta, e o seu pensamento é um pedalar constante.

Mesmo que consiga, às vezes, ficar um pouquinho em silêncio, você começa imediatamente a se preocupar, “Por que estou em silêncio?” Você fará qualquer coisa para se preocupar, para pensar, porque a mente só pode existir de uma maneira: em movimento. Nesse movimento está a mente. No momento em que você pára, ela desaparece.

Neste exato instante, você está identificado com a mente. Você acha que você é a mente. É daí que vem o medo. Se você está identificado com a mente, é natural pensar que, se ela parar, você está acabado, deixa de existir. E você não sabe nada a respeito dela.

A realidade é que você não é a mente. Você é algo que está além dela. Por isso é absolutamente necessário que ela pare, para que pela primeira vez você possa constatar que você não é a mente...pois você continua existindo. A mente se foi e você continua ali – e com uma alegria maior, uma glória maior, uma luz maior, uma consciência maior e um ser maior. A mente estava fingindo e você caiu na armadilha.

O que você tem de entender é o processo de identificação – como uma pessoa se identifica com alguma coisa que não é ela mesma.

A sua mente não foi criada pela natureza. Procure fazer sempre esta distinção:
o seu cérebro foi criado pela natureza. O seu cérebro é um mecanismo que pertence ao corpo, mas a sua mente foi criada pela sociedade à qual você pertence – pela religião, pela igreja, pelas ideologias, pelo sistema educacional que lhe ensinaram, por todo tipo de coisa.

É por isso que existe uma mente cristã e uma mente hindu, uma mente muçulmana e uma mente comunista. Os cérebros são naturais, mas as
mentes são um fenômeno criado pelo homem. Tudo depende do rebanho de ovelhas a que você pertence. Você pertence ao rebanho hindu? Então, naturalmente, você se comportará como um hindu.

A meditação é o único método que pode levá-lo a tomar consciência de que você não é a mente, o que dá a você uma tremenda maestria. Depois você pode escolher o que há de certo na sua mente e o que não há, pois você está distante, é um observador, uma testemunha. Você não fica mais apegado a ela...e esse é o seu medo. Você se esqueceu completamente de si mesmo; passou a ser a mente. A identificação é completa.

Quando eu digo, “Fique em silêncio, fique sereno. Esteja sempre alerta e atento aos seus processos mentais”, você pode surtar, morrer de medo; isso é como morrer. Num certo sentido, você está certo, mas não se trata de sua morte, mas da morte dos seus condicionamentos. Combinados, eles são chamados de “mente”.

Depois que você for capaz de fazer essa distinção claramente – ver que você está separado da mente e que a mente está separada do cérebro - , isso acontece no mesmo instante, simultaneamente: quando você se retira da mente, passa a perceber que a mente está no meio; de um lado está o cérebro e do outro a sua consciência.

O cérebro é simplesmente um mecanismo. Você pode fazer com ele o que quiser. O problema é a mente, porque foram os outros que a criaram para você.

Os sacerdotes, os políticos – as pessoas que estão no poder, que têm interesses em jogo – não querem que você saiba que está acima da mente, que está além dela. Eles têm feito tudo para que você continue identificado com a mente, pois a mente é manipulada por eles, não por você. Você é enganado de um modo muito sutil. Quem manipula sua mente está fora de você.

Se a consciência se identifica com a mente, o cérebro não pode fazer nada. Ele é um simples mecanismo. Qualquer coisa que a mente queira, o cérebro faz. Mas, se você se separar da mente, ela perde o poder; do contrário, ela é soberana."



Osho




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, será muito legal...meu muito obrigado!! Volte Sempre!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
▲ Topo