14 de dez de 2013

INFERNO E VIDA ETERNA

Posted by Liberte Sua Mente on sabado, 14 Dezembro, 2013


As crenças religiosas se baseiam no mais profundo medo que o ser humano tem de sua finitude. Nós sabemos que iremos morrer, por isso fantasiamos com uma suposta vida eterna, onírica e idealizada. Nosso maior desejo é o de sermos imortais. Buscamos ser amados e compreendidos por nossos pares, portanto, passamos a nos congregar em torno de um desejo em comum.

O inferno, por outro lado, serviu de apoio para inserir ordem na sociedade à força. Quem transgrediria normas sociais sob pena de ir parar em um lago de fogo, sofrendo para sempre as agruras mais terríveis? Ao longo do tempo, foi criada uma forte distorção sobre o que seria supostamente o inferno, com mais e mais requintes de horror. É exatamente o contrário daquilo que já desejávamos antes, ou seja, viver no paraíso e em paz para sempre.

Quando começaram a se organizar, as primeiras instituições religiosas baseadas no monoteísmo aproveitaram o medo de morrer e o medo de sofrer natural ao ser humano e usaram tal temor primitivo em prol de sua ascensão ao poder. A população das cidades, completamente iletrada, era facilmente manipulada pelo terror infernal que a Igreja pregava.

Claro que o inferno não poderia ficar "órfão", portanto, deveria ter uma figura caricata para representá-lo, no caso, o diabo. Ganhou características mais bestiais, sendo metade monstro, metade humano. Um ser maléfico e capaz de torturar os "pecadores" sem pausas, cuja maldade teria surgido de uma disputa pelo domínio celestial com o deus judaico-cristão. Uma figura rebelde e sombria por um lado, sem caráter para condenar os sem-caráter por outro.

Existem algumas obras literárias que abordam a temática e que valem o destaque, como Inferno, primeira parte da Divina Comédia (século XIV), do poeta italiano Dante Alighieri e O Auto da Barca do Inferno (1517), do poeta e dramaturgo português Gil Vicente.

por Pedro H. Costa

Na imagem: Pintura portuguesa retratando uma cena no inferno. Datada do século XVI e sua autoria é desconhecida.

- Links auxiliares -

Resumo do livro O Auto da Barca do Inferno:http://vestibular.uol.com.br/resumos-de-livros/auto-da-barca-do-inferno.htm

Comentários sobre A Divina Comédia:http://educarparacrescer.abril.com.br/leitura/inferno-cheio-esperanca-634962.shtml

Curiosidades sobre o inferno encontradas na literatura:http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2013/05/130514_inferno_brown_dante_jp.shtml

2 comentários:

  1. A história original para o Diabo, é que ele vai partilhar da mesma sentença de ser lançado no inferno, e não tem autoridade para torturar outros lá..

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, será muito legal...meu muito obrigado!! Volte Sempre!!!