9 de mar de 2013

Alzheimer; chá e vinho são aliados




Uma boa notícia para quem lida com o Alzheimer na família. Estudos recentes revelaram que substâncias presentes no chá verde e no vinho tem o notável potencial de interromper os processos responsáveis pelo desenvolvimento da doença de Alzheimer. Com os testes, realizados na Universidade de Leeds, na Grã-Bretanha, foi possível descobrir que a substância conhecida como EGCG – enzima encontrada no chá verde – e o resveratrol, encontrado no vinho tinto, são capazes de impedir que a proteína associada ao Alzheimer – conhecida como beta-amiloide – entre em contato com as células nervosas do cérebro, provocando a morte dessas.

Os benefícios. O Alzheimer é caracterizado pelo acúmulo anormal da proteína beta-amiloide no cérebro, provocando a morte das células nervosas localizadas nesse órgão. As proteínas presentes no vinho e no chá, por sua vez, agem em conjunto formando um aglomerado tóxico e pegajoso, capaz de se ligar às proteínas que podem prejudicar o funcionamento - além de leva-las à morte - das células nervosas cerebrais.

Chá verde e vinho tinto. A enzima presente no chá verde e o resveratrol – composto presente no vinho tinto - foram apontados como aliados no combate ao Alzheimer por serem capazes de alterar a forma da beta-amiloide.

Os testes, realizados pelos cientistas em laboratório, consistiram na formação de aglomerados de beta-amiloide e, posteriormente, na junção dessa substância às células cerebrais, tanto humanas quanto de outros animais. Depois desse processo, os cientistas adicionaram extratos de vinho tinto e chá verde em algumas dessas células. A surpresa foi quando, após o processo, o formato das proteínas beta-amiloide se alterou tornando-as incapazes de danificarem as células cerebrais.

Alzheimer e envelhecimento. A equipe de estudiosos ressaltou que esse foi um passo importante para compreender as causas e a evolução do Alzheimer, além de lembrarem que o Alzheimer deve ser tratado como uma doença para a qual um dia haverá uma cura, e não como um efeito natural do envelhecimento.
As pesquisas e os resultados atuais vem em boa hora para o desenvolvimento de medicamentos que ajudam a barrar a doença.

ATENÇÃO: O benefícios das substâncias presentes nos dois produtos só são realmente efetivos quando esses são consumidos em momentos distintos. Não é aconselhável misturar as duas bebidas.

1. Deve-se considerar que a bebida alcoólica, no nosso caso o vinho, não pode ser ingerida sem os devidos cuidados com a saúde, pois além do benefício descrito na matéria, introduz também certas condições que podem variar de sujeito para sujeito. Na dúvida o chá pode ser o mais indicado, além de nunca deixar de manter o corpo sempre hidrata com outros líquidos como água e sucos.

2. É preciso lembrar também que a ingestão do vinho e do chá devem ser, preferencialmente, relatadas para o seu médico e acompanhadas por este, tomando cuidado também com as leis sobre consumo de bebidas alcoólicas vigentes no Brasil.

3. As bebidas realmente não podem e não devem ser misturadas. Os componentes presentes nas duas bebidas agem em conjunto, o que não implica seu consumo conjugado, ou seja, ao mesmo tempo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, será muito legal...meu muito obrigado!! Volte Sempre!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
▲ Topo