31 de ago de 2018

A França Aprovou Lei que Libera a Pedofilia?

Nenhum comentário:
Desde que essa notícia foi publicada houve uma confusão quase generalizada, tudo isso por conta de uma informação de um site de Fake News que acabou distorcendo a veracidade da notícia em questão. Vamos aos fatos! 


Artigo do E-Farsas: 

  • http://www.e-farsas.com/a-franca-aprovou-uma-lei-que-liberou-a-pedofilia.html

28 de ago de 2018

Mega Fábricas - Coca-Cola

Nenhum comentário:
Um documentário sensacional a Mega Fábrica da maior marca de bebidas do mundo.

COCA-COLA

Pode não haver um outro produto que tenha mais alcance na humanidade. 
1.6 bilhão de vezes por dia, um consumidor pega um produto Coca-Cola.

670 bilhões de dólares, esse é um tipo de negócio que a indústria global de bebidas não alcoólicas pronta para se beber faz todos os anos.

A Coca-Cola está presente em mais de 206 paises, e isso mais que a ONU.
O Planeta consome cerca de 800 milhões de unidades por dia. E o seu alcance de consumo chega a 90% da humanidade.




22 de ago de 2018

Ciência Viva - Neandertais

Nenhum comentário:

Sinopse: Com cérebros grandes e corpos fortes, os Neandertais foram uma força humana considerável. Então, há 30 mil anos, eles desapareceram. Agora, os cientistas analisam seu DNA e usam outros recursos para desvendar os segredos destes humanos da Antiguidade.




19 de ago de 2018

LIBERTO DA RELIGIÃO

Um comentário:
  Apesar da enorme expansão do conhecimento, grande avanço da Ciência (com nossas sondas espaciais vasculhando os confins do Sistema Solar) e todo pensamento filosófico, 250 anos após o Iluminismo, em pleno século XXI, bilhões de pessoas ainda pensam ser imprescindível acreditar nas primitividades das coisas que as religiões ensinam. 

     Enquanto as religiões mundiais mutuamente se desprezam, milhares de denominações cristãs brigam pelo título de “A Verdadeira”, mas no combate à razão e na imposição de seus dogmatismos a toda sociedade elas fingem união e harmonia. 


     Ao passo que o Islã cada vez mais se radicaliza, o Brasil tem sido palco de um galopante aumento de fanatismo religioso que se infiltra na política e objetiva transformar nosso país numa teocracia. 


     A partir de minha experiência pessoal com o literalismo bíblico, faço uma abordagem histórica do fundamentalismo cristão e exponho as falácias dos dogmas religiosos, os efeitos negativos da supressão do pensamento crítico e os benefícios que viver sem religião traz ao indivíduo e consequentemente ao mundo. Não seria o mundo melhor, se nenhum grupo pensasse ter uma linha direta com Deus? 


(Woody Allen em Desconstruindo Harry)



14 de ago de 2018

Certezas científicas

Um comentário:
As Certezas Científicas é completamente distinta das "Certezas" da Religião.

O papel da Ciência é tentar explicar o DESCONHECIDO com o CONHECIDO.
Então a Ciência tenta explorar os mistérios da Natureza, os mistérios do mundo, o mistérios de quem nós somos, usando, modo em que nós possamos compreender as repostas, ou seja, elas são compreensíveis. Já a Religião tenta explicar o DESCONHECIDO com o DESCONHECÍVEL, ou seja, uma coisa que jamais pode ser conhecida...que é o tosco famigerado "Sobrenatural".


Então tanto a Ciência e a Religião são caminhos totalmente distintos de entender a realidade.




12 de ago de 2018

O que é Liberdade e no que a Liberdade consiste?

Nenhum comentário:
Liberdade não é uma religião ou um processo de dogmas a ser seguida, mas um processo de maturidade somado com a livre consciência de que a liberdade é naturalmente você, e não algo ou um sistema que está acima ou fora de você. 
Liberdade é uma relação fiel e honesta com a sua própria natureza, é a sua liberdade em essência e em movimento com seu universo.

É a liberdade que deve se submeter e se adaptar ao seu momento de vida. Sem uma liberdade padrão e dogmática, porque a liberdade que existe acima do portador ou que impõe o que você deve ou não fazer, essa mesma "liberdade" não é digna de relevância alguma.

Portanto a liberdade é um processo de fluxo gradual de evolução e de livre consciência, que existe ao seu favor na sua vida no dia a dia. E você é o senhor e soberano da sua liberdade, e ao contrário disso, você apenas acha que tem, e é livre, quando na verdade você só tem mais uma crença, em que se tornou uma mera presa de sua própria religião, um objeto de culto a ser adorado e subjugado pela própria vaidade e ego

A liberdade consiste inteiramente no amor e em amor.

Seja você livre por consciência e maturidade com a própria vida com (responsabilidade). Faça da sua liberdade um meio fundamental para progredir, e evoluir como pessoa, ser a melhor versão de si mesma, e essa deve ser a sua principal meta pessoal de vida....e nunca fazer da mesma um casulo de restrições e regras.

Quando se tratar de as vezes fugir dela, isso significa uma faxina diária, em não deixar que nada se torne um padrão ou rotina, e também nem tão dentro e nem tão fora, ou seja, equilíbrio sempre, na linha do meio sem partir para as extremidades. 


Liberdade é amor e amor é liberdade.💗 

Por Renato Brito 📝😘💕 


10 de ago de 2018

Chegamos na lua antes do que você imagina!

Nenhum comentário:
Qual foi a data em que o homem pisou na Lua, será unânime em dizer que foi dia 20 de julho de 1969. Mas será? Ou de diversas formas? 

Essa matéria é contra-indicado para os negacionistas e também para os teóricos conspiratórios ou qualquer coisa parecida, ok?!

Recado dado!!! Bora entender passo a passo esse fantástico processo da chegada do homem a lua de diversas maneiras e principalmente com a histórica missão Apollo 11.   






Porque o psicólogo não dá resposta pronta

Nenhum comentário:
As pessoas ignoram o que devem ser feito em si mesmas, em busca apenas em transferir os seus problemas nas mãos de outros, e isso não é papel a ser feito por psicólogo algum e nem muito menos as pessoas do seu círculo de amizade ou familiar.
Se nota claramente uma busca frenética por tutoriais de vida o tempo todo. 






8 de ago de 2018

Como tornar MARTE habitável?

Nenhum comentário:
Será que é possível tornar MARTE em um planeta Habitável? Como iremos fazer isso?



A extinção dos Dinossauros

Nenhum comentário:
Há 66 milhões de anos, no final período cretáceo, os vertebrados dominantes da paisagem terrestre eram répteis. Na época, o grupo era muito diversificado, com espécies voadoras, aquáticas e, principalmente terrestres, onde, ocorriam muitas espécies de répteis que ficaram conhecidos como dinossauros. Eles ocupavam muitos nichos ecológicos. Haviam espécies herbívoras, carnívoras, carniceiras. Variavam muito de tamanho, de pequenos lagartos a gigantescos animais. Existiam formas adaptadas a locomoção sob quatro patas e formas bípedes. No final do cretáceo, outros vertebrados, como, pequenos mamíferos e aves, disputavam, sem muita expressão, os nichos ecológicos com os dinossauros.

Na atualidade, os dinossauros estão extintos e, os mamíferos e as aves, são os vertebrados dominantes na paisagem terrestre. A extinção dos dinossauros foi repentina, provavelmente, fruto de uma catástrofe global, o choque de um grande meteoro, no litoral atlântico do México. O evento foi violento. A partir do local do impacto, toneladas de poeira foram lançadas na atmosfera. Provocou incêndios globais que queimaram as florestas, destruindo os habitats ocupados por muitos seres vivos. A fumaça dos incêndios e a poeira lançadas na atmosfera, bloquearam a entrada de luz solar, afetando os organismos produtores fotossintetizantes, impactando toda a cadeia alimentar dela dependente. A dificuldade de a luz solar atravessar a atmosfera provocou um inverno global prolongado. 


Outra consequência dos incêndios, foi a liberação de gases que provocaram chuvas acidas, acidificando águas e solos. Quando a poeira assentou e a luz solar voltou a incidir sobre a superfície terrestre, alguns vegetais começaram a recolonizar a paisagem devastada. Mas, não foram as grandes árvores antes dominantes, mas sim, samambaias. Embora, pouco exuberante, as samambaias começaram a reestruturar as cadeias alimentares terrestres. Entre os vertebrados, os que conseguiram se adaptar ao novo ambiente estavam um pequeno número de espécies de pequenas aves e mamíferos terrestres herbívoros, que devido ao seu reduzido tamanho precisavam de menores quantidades de alimento. 

As grandes espécies, que precisavam de muito alimento, especialmente, as dependentes de ambientes florestais mais complexos, repletos de nichos específicos, foram extintas. O retorno das florestas, pelo processo de sucessão ecológica, demorou cerca de mil anos, fornecendo novos nichos ecológicos, que foram rapidamente ocupados, graças a diversificação evolutiva das aves e mamíferos. Este relato, é o resultado da análise de vários estudos sobre fósseis e inferências ecológicas das consequências da queda de um grande meteoro sobre o ambiente e a biodiversidade no final do período cretáceo. 




Fonte: NerdCursos


6 de ago de 2018

Elizabeth Taylor: Ontem, Hoje e Sempre.

Nenhum comentário:
Filha dos americanos Francis Leen Taylor (1897–1968) e Sara Viola Rosemond Warmbrodt (1895–1994), a família mudou-se para os Estados Unidos em 1939. Taylor começou a carreira cinematográfica ainda criança, quando foi descoberta aos dez anos. Contratada pela Universal Pictures, filmou There's One Born Every Minute, mas não teve o contrato renovado. Revelou seu talento, assim como seu amigo Mickey Rooney, ao atuar em filmes infanto-juvenis, como na estreia em 1943 num pequeno papel da série Lassie. A partir de então, apaixonou-se pela profissão e permanecer nos estúdios foi a realização de um dos seus maiores sonhos.
Evoluindo como atriz talentosa e respeitada pela crítica, nos anos 50 filmaria dramas, como Um Lugar ao Sol, com o ator Montgomery CliftGiant, com Rock Hudson, ambos atores homossexuais e dos quais se tornou grande amiga. Nessa década faria ainda A Última Vez que Vi Paris, ao lado de Van Johnson e Donna Reed.

Vida pessoal

Liz, como foi mais conhecida, foi considerada uma das mulheres mais bonitas de todos os tempos; a marca registrada são os traços delicados de seu rosto e seus olhos azul-violeta, uma cor rara, emoldurados por sobrancelhas desenhadas e espessas, de cor negra. Foi uma celebridade cercada por intenso glamour, carinho de fãs e muito luxo. Seu talento e beleza impressionavam qualquer pessoa, fosse da mídia ou fora dela. Foi diva eterna dos anos de ouro do cinema norte-americano.
Taylor era uma grande apreciadora de jóias, adorava o brilho de brincos, colares, anéis e pulseiras, além de amar maquiagens, sapatos de grife, bolsas da moda e vestidos caros, mas mesmo sem tudo isso, em trajes simples e sem pintura, ainda assim era considerada uma beleza rara. Os críticos da moda consideravam sua simetria de rosto e corpo ideais, ambas se encaixavam perfeitamente.

Ficou famosa também por seus numerosos casamentos, oito ao todo: o primeiro foi com Conrad Nicholson Hilton em 1950, mas durou apenas 1 ano.
O mais famoso casamento foi com o ator britânico Richard Burton, seu 5º marido, notório pelo alcoolismo, com quem se casou duas vezes: De 1964 a 1974; e de 1975 a 1976. Fez duplas com ele em vários filmes nos anos 60, como o antológico Cleópatra, o dramático Quem tem medo de Virgínia Woolf?, em que ela ganhou o segundo Óscar, Os Farsantes e A Megera Domada. Vencedora duas vezes do Óscar da Academia para Melhor Atriz, o primeiro em 1960 pelo papel da call-girl de Disque Butterfield 8. Nessa década, com o reconhecimento do prêmio máximo do cinema mundial, consagrou-se como a mais bem paga atriz do mundo.

Taylor teve três filhos biológicos e um adotivo.
Com Michael Wilding, seu segundo marido, com quem foi casada de 1952 a 1957, teve dois filhos: Michael Howard Taylor Wilding, nascido em 1953, e Christopher Edward Taylor Wilding, nascido em 1955.
Com Michael Todd, seu terceiro marido, tendo sido casada com ele por 1 ano, teve uma filha em 1957, chamada Eliza Frances Todd, mas conhecida como Liza. Elizabeth Taylor ficou viúva em 1958, tendo de criar a filha sozinha, o que a fez sofrer pela perda de seu companheiro.
Em 1959 se casou com o melhor amigo de seu marido, Eddie Fisher, com quem viveu até 1964, mas se envolveu com Richard Burton e o casamento terminou. Em 1964 casou com Burton. O casal resolveu adotar uma menina alemã, a quem batizaram de Maria Taylor Jenkins. O casamento com Burton era muito conturbado, cheio de brigas e ciúmes, com indas e vindas, chegando a ficar separados por mais de seis meses. Nos anos 70, ainda casada, passou a trair o marido com o embaixador iraniano nos Estados Unidos, Ardeshir Zahedi, se encontrando com ele em quartos de luxo da cidade. Taylor, por odiar mentiras, resolveu assumir o romance com o iraniano e assim conseguiu divorciar-se de Burton, com quem já não era mais feliz, já que ele era agressivo, ciumento e bebia demais.
Vendo que o que viveu com Ardeshir Zahedi não passou de encontros sem importância para ele, que ele não queria ter nada sério, Taylor resolveu separar-se dele. Sozinha e desiludida em encontrar um grande amor, conheceu um novo homem, John Warner, um político. Foi casada com ele de 1976 a 1982, mas houve a separação.
Os anos passaram e ela não quis mais se casar, apenas namorar alguns homens e viver pequenas aventuras, até que conheceu Larry Fortensky. Se apaixonou pelo caminhoneiro, e o casamento dos dois ocorreu em 1991 e foi realizado no Rancho Neverland, propriedade de seu amigo Michael Jackson. A separação ocorreu em 1996, por diferenças que ela classificava como irreconciliáveis. Ele foi seu último marido, e após o término, passou a namorar alguns homens, mas sem casar outra vez.
Foi a melhor amiga do "Rei do Pop" Michael Jackson, que participou de perto e a ajudou em seus casamentos e sofrimentos. Jackson dedicou-lhe vários de seus trabalhos, inclusive a canção "Liberian Girl" e "Elizabeth, I Love You". Também era madrinha de seu primeiro filho, Prince Michael Jackson I, juntamente com o ator Macaulay Culkin.
Em 1997, a atriz passou por uma delicada cirurgia para remover um tumor do cérebro. Na juventude, Taylor também teve problemas com o vício em álcool e drogas, mas conseguiu se libertar e prosseguir na carreira.
Foi pioneira no desenvolvimento de ações filantrópicas, levantando fundos para as campanhas contra a AIDS a partir dos anos 80, logo após a morte de Rock Hudson. A despeito de ter nascido fora dos Estados Unidos, em 2001 recebeu do presidente Bill Clinton a segunda mais importante medalha de reconhecimento a um cidadão norte-americano: a Presidential Citizens Medal, oferecida pelos seus vários trabalhos filantrópicos. Nessa época se agravaram os problemas de saúde, ganhando peso e sendo levada a internações recorrentes em hospitais.

Perfume & Casa de Beleza Taylor

Em 1987, quando Malcolm Forbes, a famosa editora da revista de negócios Forbes, apresentou Elizabeth Taylor em uma conferência de imprensa secreta para apresentar seu novo empreendimento comercial, um perfume chamado Passion, o mundo sentou-se para assistir essa estrela em mais um sucesso.
Uma vez, enquanto explicava o nome do pefume, Elizabeth disse: “A paixão é o ingrediente em mim que me fez quem eu sou. É minha paixão pela vida... minha paixão pelo amor que me fez nunca desistir.”
O perfume, que foi liderado por uma campanha promocional de 10 milhões de dólares, tornou-se um sucesso instantâneo e se tornou a primeira fragrância criada por uma celebridade de sucesso. Muitos outros tentaram, mas apenas a paixão de Elizabeth foi bem sucedida. Elizabeth, a quem haviam sido oferecidos outros endossos no passado, achava que o perfume era o negócio perfeito para entrar. “Eu acho que perfume é mais do que apenas um acessório para uma mulher. Faz parte da sua aura. Eu uso perfume mesmo quando estou sozinha. ”A verdadeira razão pela qual Passion fez tanto sucesso foi por causa da participação de Elizabeth em cada etapa de sua criação - trabalhando com os químicos para desenvolver o perfume perfeito, até a embalagem em sua assinatura. Elizabeth conhecia seu público e sabia o que eles queriam. Em 1991, as vendas do perfume Passion chegaram a cerca de US$100 milhões, o que lhe deu um lugar cobiçado na lista das dez maiores fragrâncias de todos os tempos. Mas Passion foi apenas o começo.
Enquanto Passion foi bem sucedido, ninguém poderia antecipar o sucesso que Elizabeth teria com o seu segundo lançamento, White Diamonds. Elizabeth introduziu o perfume White Diamonds em 1991, apoiada por uma campanha de mídia de US$20 milhões, e uma turnê em lojas de departamento de alta qualidade nos Estados Unidos e no Canadá. Desde a sua criação, White Diamonds permaneceu na lista dos dez principais perfumes mais vendidos. No ano de 2007, o perfume White Diamonds faturou mais de um bilhão de dólares, ganhando o título de “a fragrância de celebridade de maior sucesso de todos os tempos”.
Hoje, a Casa de Beleza Taylor tem onze fragrâncias de sucesso que são distribuídas por Elizabeth Arden, Inc ., entre elas: White Diamonds, Sparkling White Diamonds, Brilliant White Diamonds, Diamonds and Emeralds, Diamonds and Rubies, Diamonds and Sapphires, Elizabeth Taylor’s Passion, Elizabeth Taylor’s Passion Men, Forever Elizabeth, Gardenia, and Black Pearls.

Problemas de saúde e morte

Taylor tratou vários problemas de saúde ao longo dos anos, incluindo as questões relativas à insuficiência cardíaca crônica. Em 2009, foi submetida a uma cirurgia para substituir uma válvula defeituosa no coração. Ela usava uma cadeira de rodas havia mais de cinco anos para lidar com sua dor crônica na região cardíaca.
Em fevereiro de 2011, apareceram novos sintomas relacionados à sua insuficiência cardíaca. Não aguentando de dor no peito e com muita falta de ar, foi internada no Centro Médico Cedars-Sinai, em Los Angeles para fazer uma cirurgia emergencial, mas não resistiu, e veio a falecer de parada cardíaca. Taylor morreu na manhã do dia 23 de março, aos 79 anos de idade. A informação foi confirmada pelo agente da actriz e por um familiar. Encontra-se sepultada no Forest Lawn Memorial Park (Glendale)GlendaleLos Angeles, nos Estados Unidos.





2 de ago de 2018

1 de ago de 2018

KAMEHAMEHA I - O GRANDE: VOCÊ SABIA QUE A TÉCNICA PRINCIPAL DO GOKU - O KAMEHAMEHA TAMBÉM FOI NOME DE UM RENOMADO REI DO HAVAÍ? CONFIRA!

Nenhum comentário:
Se tem uma técnica de Dragon Ball que é famosa, ela é o Kamehameha. Até mesmo aqueles que não são fãs do anime ou mangá, reconhecem o nome. Afinal, esta é a principal técnica de Goku.
Kamehameha é o primeiro ataque de energia mostrado em Dragon Ball.
O Kamehameha é o ataque mais usado na série, e é a técnica principal de Goku.

O Kamehameha foi inventado por Mestre Kame praticando por cinquenta anos antes de Dragon Ball. Chamando sua energia latente nas palmas de suas mãos, Kame consegue lançar um raio explosivo de energia. Goku aprende após ver Mestre Kame usando-o para apagar as chamas na casa de Rei Cutelo na Montanha Fry-Pan. Para a surpresa de Kame, Goku consegue performar a técnica de primeira.



Disambig grey.svg Nota: Se procura a técnica da série Dragon Ball, veja Kamehameha (Dragon Ball).
Kamehameha I
Rei do Havaí
Reinadojulho de 1782 - 18 de março de 1819
ConsorteKaʻahumanu
Keōpūolani
Kalola-a-Kumukoʻa
Peleuli
Kalākua Kaheiheimālie
Namahana Piʻia
Kahakuhaʻakoi Wahinepio
Kekāuluohi
Kekikipaa
Manono II
Kānekapōlei (solteira)
Coroaçãojulho de 1782
Sucessor(a)Kamehameha II
CasaCasa de Kamehameha
DinastiaKamehameha
Título(s)Kamehameha, o Grande
Nome completo
Kalani Paiʻea Wohi o Kaleikini Kealiʻikui Kamehameha o ʻIolani i Kaiwikapu kaui Ka Liholiho Kūnuiākea
Nascimentojulho de 1758
Kapakai, Kokoiki, Moʻokini Heiau, Kohala, Ilha Havai
Morte08 de maio de 1819 (60 anos)
Kamakahonu, Kailua-Kona, Kona, Ilha Havai
Enterro5 de agosto de 1819
Filho(s)Liholiho (Kamehameha II)
Kauikeaouli (Kamehameha III)
Nāhiʻenaʻena
Kamāmalu
Kīnaʻu (Kaʻahumanu II)
Kahōʻanokū Kīnaʻu
Pauli Kaʻōleiokū (ilegitimo)
PaiKeōua
MãeKekuiapoiwa II
Kamehameha I (c. julho de 1758 – 8 de maio de 1819), também conhecido como Kamehameha, o Grande, conquistou as Ilhas Havaianas e estabeleceu formalmente o Reino do Havaí em 1810. Desenvolvendo alianças com as maiores potências coloniais do Pacífico, Kamehameha manteve a independência do Havaí sob seu comando.
Ele nasceu, provavelmente em novembro ou dezembro de 1758, em Kohala do Norte, filho de Kekuiapoiwa, filha de um chefe Kona, e, provavelmente, de Keoua, chefe de Kohala, e inicialmente se chamava Pai'ea. Segundo a lenda, seu nascimento foi acompanhado de tempestades e luzes estranhas, sinais de um grande chefe.
Por causa dos sinais, e das rivalidades com os clãs guerreiros, Kamehameha foi escondido, crescendo em Waipio, e retornando a Kailua aos cinco anos de idade. Lá, ele viveu com seu pais, e, após a morte do pai, foi treinado pelo tio, o rei Kalani'opu'u.
Um ano após a morte do Capitão Cook, Kalani'opu'u dividiu o reino entre seu filho Kiwala'o, que recebeu o poder político, e Kamehameha, que recebeu o deus da guerra Ku-ka'ili-moku. Após a morte de Kalani'opu'u em 1782, começou uma guerra entre Kiwala'o e Kamehameha, e depois da morte de Kiwala'o, ele teve que enfrentar Kahekili, rei de Maui, e seu primo Keoua, chefe de Puna e Ka'u.
O arquipélago foi apenas unificado em 1810, após várias batalhas onde foram introduzidas armas de fogo e canhões.
Kamehameha é lembrado pelo Mamalahoe, a "Lei da Pá Lascada", que protege os direitos humanos de não-combatentes em tempos de batalha.
Foi sucedido pelo seu filho primogénito Liholiho, que reinou com o nome de Kamehameha II. Kamehameha II visitou o Império do Brasil e o Reino Unido em 1824.
Kamehameha I foi homenageado ainda no século de sua morte com a construção de uma estátua em que aponta para o marsegurando uma criança no colo.

Curiosidades

Akira Toriyama, o criador da franquia de mangá e anime Dragon Ball, nomeou o golpe principal dos personagens do anime de Kame-hame-ha em sua homenagem. Ele não sabia que nome dar ao principal golpe dos Guerreiros Z, e quando estava de viagem no Havaí ele queria algo forte, que terminasse com HA para tornar o grito mais impactante. Sua esposa, então, sugeriu usar o nome do rei Havaiano Kame-hame-ha.
https://pt.wikipedia.org/wiki/Kamehameha_I





Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
▲ Topo