30 de ago de 2016

Quem eram os godos e os vândalos?


Os godos e os vândalos eram duas das tribos germânicas que enfrentaram o Império Romano pela Europa e o norte da África do século III ao V d.C.



Pelo fato de quase todas as informações que restaram sobre os godos e os vândalos terem vindo de fontes romanas, a história adotou uma visão predominantemente negativa dessas tribos, como brutos e “bárbaros” não civilizados, que ajudaram a derrubar o grande império de Roma na Europa. Hoje, “vandalizar” a propriedade alheia significa causar danos ou destruição, enquanto “gótico” é aplicado a subculturas conhecidas por sua estética escura e sombria. Mas, embora tanto os godos quanto os vândalos tenham saqueado Roma (em 410 e 455 d.C., respectivamente), nenhuma das tribos deixou a grande cidade em ruínas ou massacrou seus habitantes. Na verdade, os reinos godos fundados na Gália (atual França), na Ibéria (atual Espanha) e na Itália adotariam o Catolicismo Cristão e outros aspectos da cultura romana, ajudando a preservar essas tradições muito tempo depois do declínio e queda do Império Romano do Ocidente.

Pouco se sabe sobre as origens dos godos antes de os romanos os encontrarem. Eles podem ter vindo da Escandinávia, segundo algumas fontes, ou da atual Polônia. Desde a primeira invasão goda ao território romano, em 239, a tensão era alta entre os romanos e o povo guerreiro que eles viam como inferiores e até subumanos. Ainda assim, muitos godos serviram como soldados romanos, adaptando-se ao estilo de vida dessa civilização e negociando com eles. Por volta de 375, uma nova tribo, conhecida como hunos, surgiu ao norte do rio Danúbio, e começou a empurrar outras tribos – incluindo os godos e os vândalos – para o território romano. Tensões entre os godos e os romanos se manifestaram no início do século V, quando o líder godo, Alarico, sitiou Roma e saqueou a cidade, em 410. Os descendentes de Alarico, conhecidos como visigodos (godos do oeste), assentaram-se na Gália e na Ibéria. O último reino visigodo, na Espanha, foi derrubado pelos mouros em 711. Na Itália, os ostrogodos (godos do leste) estabeleceram domínio no final do século V, mas caíram para o Império Bizantino apenas algumas décadas depois.

Como os godos, os vândalos podem ter suas origens na Escandinávia antes de migraram para o sul. Eles cruzaram a fronteira romana pela primeira vez em 406, com o Império distraído por divisões internas, e enfrentaram tanto os visigodos quanto os romanos na Gália e na Ibéria. Sob o reinado do guerreiro feroz Genserico, os vândalos se aproveitaram da fraqueza romana no norte da África e estabeleceram seu reino nessa região, com a capital em Cartago, por volta de 440. Com as forças de Genserico marchando a Roma em 455, desesperados, os romanos enviaram o Papa Leão I para pedir misericórdia. Em troca de entrarem livres pela cidade, os vândalos concordaram em não queimar a cidade ou matar seus cidadãos. Após a morte de Genserico, em 477, – ainda invencível no campo de batalha – seu império entraria em declínio em meio a disputas entre seus descendentes. Tropas bizantinas o invadiram em 534 e levaram o último rei vândalo, Gelimero, como prisioneiro em Constantinopla.

http://seuhistory.com/noticias/quem-eram-os-godos-e-os-vandalos


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, será muito legal...meu muito obrigado!! Volte Sempre!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
▲ Topo