2 de ago de 2016

Quatro Cenários Para o Fim do Universo


Os astrofísicos e cosmologistas, são munidos de muitas teorias e de um conhecimento físico e matemática espetacular. Tudo isso somado dá a eles a oportunidade de brincar com o universo e imaginar, não só como ele nasceu e evolui, mas também como ele irá acabar, se é que vai acabar.

Essa é uma das perguntas fundamentais da natureza, digamos assim, para onde estamos indo e como tudo isso vai acabar.

Uma série de cientistas se reuniram então e pensaram em 4 possíveis cenários para o fim do universo.

1 - A Grande Ruptura (The Big Rip)

Todos vocês devem saber que o nosso universo está se expandindo de maneira acelerada, muito provavelmente graças à presença da energia escura.

Essa teoria para o fim do universo é bem catastrófica, aliás qual não é, ela diz que o universo continuaria a se expandir indefinidamente, com isso, as galáxias, as estrelas, os planetas, você, eu, e até mesmo as partículas subatômicas, não poderiam mais se manter unidos e começariam a se romper, a rasgar.

A boa notícia, é que a Terra duraria até quase o ato final, explodindo, cerca de 30 minutos antes de tudo se acabar.




Referências:

http://io9.gizmodo.com/5919193/the-bi...

http://arxiv.org/pdf/astro-ph/0302506...

2 - O Grande Congelamento (The Big Freeze)

Esse cenário tem tudo a ver com o efeito da energia escura na expansão do universo. Lembrem-se o Hubble já mostrou que o universo se expande mais rápido do que se pensava antes.

Nessa teoria, o universo continuaria a expandir, numa velocidade cada vez maior.

Com isso, o calor existente no espaço entre os agloemrados, as galáxias, estrelas, planetas, começaria a ser dispersado. O universo começaria a esfriar até atingir o zero absoluto.

As estrelas não teriam mais matéria prima para se formar, as galáxias se tornariam verdadeiras sepulturas cósmicas, repletas de estrelas mortas. 

Muitos astrônomos e físicos acreditam que esse seja o mais provável dos cenários.


Referências:


http://www.whillyard.com/science-page...

http://futurism.com/time-examining-th...

http://futurism.com/the-future-of-the...

http://www.universetoday.com/36917/bi...

3 - O Grande Colapso (The Big Crunch)

Esse é um modelo de fim do universo que é uma consequência direta do Big Bang.

Nesse caso, o universo não se expandiria para sempre, depois de um determinado tempo, talvez, trilhões de anos, o universo começaria um processo de colapso, encolhimento sobre ele mesmo.

Alguns cientistas acreditam que esse evento já aconteceu, e que o universo na verdade não tem fim nem começo, é algo ciclíco e que nós estamos vivendo num desses ciclos.

Os cientistas dizem que o universo é como um ser vivo respirando, quando expira é o Big Bnag, quando inspira é o Big Crunch.

Para essa teoria, o universo seria fechado, e não aberto como as teorias anteriores.

Referências:

http://science.howstuffworks.com/dict...

4 - A Grande Sucção (The Big Slurp)

Essa teoria é bem recente e ganhou força depois da confirmação da existência do Bóson de Higgs.

Se o Bóson de Higgs, tem uma certa massa, isso poderia indicar então que o nosso universo pode ser inerentemente instável, talvez existindo num estado metaestável.

Se esse for o caso, o nosso universo poderia experimentar um evento catastrófico quando uma bolha de outro universo alternativo aparecesse, o universo seria completamente aniquilado, ou sugado.

Toda a matéria, inclusive nós deixaríamos de existir. Se isso ainda não catastrófico o suficiente, tem uma notícia pior, esse evento de metaestabilidade de vácuo, pode acontecer a qualquer momento e em qualquer lugar no nosso universo e sem avisar.

Referências:


http://futurism.com/the-big-slurp/

http://www.bbc.co.uk/news/science-env...

http://phys.org/news/2013-02-higgs-ma...

http://phys.org/news/2010-12-theoreti...

Fonte:

http://futurism.com/four-ways-the-uni...



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, será muito legal...meu muito obrigado!! Volte Sempre!!!

Postagens Relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...