6 de mar de 2016

Reflexão sobre o fatídico episódio Lula

Não quero ficar sempre nesse assunto, mas também não quero me omitir. Achei que esse debate que tive há pouco pelo FB pode ser útil à reflexão: Rainer Rilke: Flávio uma das coisas que me deixa pasmo na verdade é o espetáculo midiático que vai atingindo á toda uma população de pessoas irrefletidas que se pudessem levariam o Lula à cadeira elétrica ou guilhotina. A fixação com o nome do " PT" ou " fora PT" se tornou uma histeria a meu ver, tanto quanto a fixação dos evangélicos pelo " demônio" ou anteriormente, da "Santa Inquisição" com as chamadas heresias. Nem defendo mais o PT não, se roubaram tem mais é que responder à lei mesmo. Mas que o comportamento da mídia e da população em geral tá uma coisa feia de se ver, isso com certeza está! Bom domingo! Flavio Siqueira: Rainer Rilke amigo, esse fenômeno midiático a que se refere (e tem razão) que demoniza o Lula, é exatamente o mesmo (que às avessas) o canoniza. Faz parte do "DNA" histórico petista a caça as bruxas (Fora Itamar, Fora FHC, Fora Real etc...) de modo que hoje, o que semearam, retorna em proporções maiores contra os próprios. Note que é a mesma semente. Obviamente não há vitimas entre a maioria dos que se acusam. O Lula não é um "pobre nordestino que desafia a elite e por isso mesmo está sendo perseguido". O Lula é a elite com espírito sindicalista, daquele que tenta estar bem com os "patrões" (empresários, banqueiros, etc..) e os "empregados" (o povo). Não é um "santanas", mas está longe de ser um "santo". É apenas um oportunista que soube encarnar o simbolo de um sonho (ele faz isso desde a decada de 80). Quem o defende, defende um ideal, por isso tanto faz o que ele fez, para os tais, vale o que ele representa, ainda que há tempos tenha deixado de representar. (veja quem são seus aliados) Inteligente como é, Lula joga fogo na gasolina e contribui para um país esquizofrênico e fragmentado, arregimentando um verdadeiro exercito em seu favor. Por outro lado, sabemos que há dezenas de interesses escusos entre os que atacam. É claro que tem muita gente mal intencionada fazendo coro de "Fora PT", esse é e sempre foi o jogo político. Há aproveitadores por todos os lados. O que não dá é que, por conta disso, tapemos o sol com a peneira e coloquemos como mártir um homem que não é. Nem Lula, nem FHC. Nem o PT, nem a rede Globo. Consciência de que não há santos nessa história, mas é preciso começarmos a tirar a sujeira debaixo desse tapete e nos posicionarmos para que o relativismo interesseiro deixe de legitimar o que sociedade alguma pode aceitar. Sei que es gente boa. Sei que me entenderá. Grande abraço e bom domingo pra ti tbm. ~Flávio Siqueira



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, será muito legal...meu muito obrigado!! Volte Sempre!!!