30 de jul de 2015

As declarações de Laura Eisenhouwer

Nenhum comentário:
Laura Eisenhouwer esteve no 3º Fórum Mundial de Contatados realizado em Porto Alegre este ano (2015) e fez diversas declarações sobre o que sabe sobre o fenômeno.


Make by Liberte Sua Mente


PAPA FRANCISCO e Revelação Extraterrestre em 2015!

Nenhum comentário:
PAPA FRANCISCO e Revelação Extraterrestre em 2015! 
Há um novo rumor na Internet de que o Papa Francisco está para revelar informações de que está havendo uma preparação para o contato alienígena em 15 de junho de 2015. Mas será verdade?


Make by Liberte Sua Mente


29 de jul de 2015

HÁ VIDA INTELIGENTE ALÉM DA TERRA?

Nenhum comentário:
HÁ VIDA INTELIGENTE ALÉM DA TERRA?

Devido a arrogância e a ignorância, o homem acredita que está sozinho no Cosmos. A partir do momento do "Big Bang" até a formação do nosso sol, aproximadamente passaram 9,1 bilhões de anos atrás. Quase o dobro dos 4,6 bilhões de anos que levou para o Sol evoluir até o dia atual.

Há provavelmente mais de 100 bilhões (10 11) galáxias no Universo observável. Galáxias típicas variam de anões com apenas dez milhões (10 7) estrelas até gigantes com um trilhão (10 12 ) estrelas, todas orbitando o centro da massa da galáxia. Um estudo realizado em 2010 por astrônomos estimam que o universo observável contém 300 sextilhão (3 × 10 23 estrelas). Quantos que é? 300.000.000.000.000.000.000.000 estrelas...
Ainda assim você acredita que nós somos os únicos seres "inteligentes" na totalidade do universo observável?
Talvez alguém acredite que somente exista vida inteligente aqui na Terra, e que é improvável existir vida fora dela. A prova de que há vida inteligente no universo, é que a Terra está no universo. A Terra é a prova " viva" que há vida inteligente no universo. Não há somente peixe num metro cúbico do oceano.
Vivemos em um planeta relativamente pequeno, em um relativamente pequeno sistema solar, numa relativamente pequena galáxia; uma galáxia que tem milhares de milhões de sistemas solares; uma que existe em um universo que está se unindo com galáxias; um universo de múltiplas dimensões. Assim então, sabendo disso, eu lhe pergunto: será que é loucura considerar que existe outra vida sofisticada lá fora?
Ou que não há? Dentro da lei das possibilidades, é loucura pensar que não há vida inteligente fora da Terra.

Por Jean Bispo


O DIA DO SENHOR - DIA DA FÚRIA

Nenhum comentário:
O DIA DO SENHOR - DIA DA FÚRIA

O dia do senhor é uma expressão que ocorre diversas vezes nos livros bíblicos. Mas para entendermos essa expressão, precisamos entender aqui quem é o senhor. Ao contrário do que muitos pensam, "senhor" nessas ocorrências não é um ente biológico humanoíde todo poderoso, mas aquele que segundo os contos sumérios criou os céus (cinturão de kuiper) e a Terra.
Mine retrospectiva do conto Tiamat
Entre Júpiter e Marte havia um grande planeta habitado por réptil gigantes. O sistema solar era bem diferente do atual. A cada 3600 anos um planeta similar a Júpiter cruza o sistema solar e a sua passagem transtorna o sistema solar. Em uma de suas passagens uma de suas luas colidiu com Tiamat (abismo aquoso) partindo ao meio. Uma parte de Tiamat foi arremessado no espaço fixando sua órbita aqui, formando a Terra e a Lua atual. O restante em pedaços menores formaram o bracelete partido, o famoso cinturão de kuiper. Em outra passagem a milhões de anos atrás espatifou a Lua de Marte destruindo a vida em Marte. Numa outra ocasião arremessou um lua de Saturno para os confins do sistema Solar, a qual batizamos de plutão. Em uma outra ocasião freio a rotação de Netuno, fazendo-o girar ao contrário dos demais planetas do sistema Solar... Na sua última passagem arrancou outra lua de Saturno para órbita entre a Terra e Mercúrio dando origem ao planeta Vênus. Mas antes de Vênus fixar sua órbita atual fez inúmeras peripécias, causando o dilúvio na Terra e no seu último fino astronômico inclinando o eixo da Terra para sua posição atual, causando a sensação que a Terra parou para aqueles expectadores, e inúmeras catástrofes à cerca de 3500 anos atrás, como desequilíbrios ecológicos (ex: as pragas do Egito) terremotos, tsunamis e saraivadas de Pedras.
Identidade do Senhor
Os antigos o chamavam de Marduk. Como Marduk somente aparecia no céu do sistema solar a cada 3600 anos, recebeu o epíteto de Nibiru que em português significa nomade, e em hebraico hebreu.
Quando Moisés disse no salmo 90: um dia para deus (Marduk) e como mil anos e mil anos como um dia. Ele estava fazendo referência a órbita desse planeta em torno do Sol que é de 3600 anos, em comparação com a órbita da Terra em torno do Sol, que antes da passagem de Vênus próximo a Terra era de 360 dias. Assim 24 horas na Terra em relação a sua rotação, é mil anos em relação a Marduk.
Como vimos o dia do Senhor tratasse da passagem de Marduk pelo sistema solar, que ocorre a cada 3600 anos terrestres. Visto que sua última passagem ocorreu nos dias de Moisés à mais de 3500 anos atrás, estamos no limiar de sua atual passagem. Isso explica a rápida mudança climática na Terra, os tsunamis gigantesco, terremotos, derretimento dos pólos e erupções vulcânicas em todo o globo terrestre.
Dia de muita dor e devastação
"E sucederá que, naquele dia, diz o Senhor Deus, farei que o sol se ponha ao meio-dia, e a terra se entenebreça no dia claro". Amós 8:9
Assim como foi em outras passagens será nessa atual, muita destruição em todo o planeta. Há grande chance que com essa atual passagem ocorra a destruição de nossa sociedade tecnológica com a morte de 90% da população humana mergulhando a Terra numa Mine era glacial.
"Ai do dia! Porque o dia do Senhor está perto, e virá como uma assolação do Todo-Poderoso". Joel 1:15
Em Jeremias 25 descreve a estatística do que acontecerá na próxima passagem do Senhor.
"30 Tu, pois, lhes profetizarás (farás estatísticas) todas estas palavras, e lhes dirás: O Senhor desde o alto (próximo a Júpiter) bramirá, e fará ouvir a sua voz desde a morada da sua santidade(órbita); terrivelmente bramirá contra a sua habitação, com grito de alegria, como dos que pisam as uvas, contra todos os moradores da terra.
31 Chegará o estrondo até à extremidade da terra, porque o Senhor tem contenda com as nações, entrará em juízo com toda a carne; os ímpios entregará à espada (ocorrerá guerras), diz o Senhor.
32 Assim diz o Senhor dos Exércitos: Eis que o mal passa de nação para nação, e grande tormenta se levantará dos confins da terra.
33 E serão os mortos do Senhor, naquele dia, desde uma extremidade da terra até à outra; não serão pranteados, nem recolhidos, nem sepultados; mas serão por esterco sobre a face da terra".
O final dessa estáticas prever o fim da nossa era como sociedade tecnológica avançada. Veja:
"E serão os mortos do Senhor, naquele dia, desde uma extremidade da terra até à outra; não serão pranteados, nem recolhidos, nem sepultados; mas serão por esterco sobre a face da terra". Por que não serão pranteados, nem recolhidos, nem sepultados; mas serão por esterco sobre a face da terra? Porque a destruição prevista estatisticamente porá fim a todas as estruturas governamentais, o que significa que o projeto FEMA será inútil.
Muitos dos remanescente morreram tentando sobreviver. Os que restarem, viveram isolados uns dos outros a maneira dos homens da caverna. Aos poucos, quando a Terra voltar a esquentar as comunidades remanescentes prosperam em tribos, aldeias, vilas e por fim comunidades surgiram ascendendo gradualmente em novas sociedades e uma nova ordem mundial surgirá comandada pelos remanescente da elite da Terra atual que escaparam em banks escondidos nas rochas ( E os reis da terra, e os grandes, e os ricos, e os tribunos, e os poderosos, e todo o servo, e todo o livre, se esconderam nas cavernas e nas rochas das montanhas; Apocalipse 6:1). Essa elite terá em sua mãos artefatos tecnológicos e aparecerá nas aldeias dos remanescentes em aparatos tecnológicos como helicópteros, jetmans entre outros, os espionará com drones e serão para aqueles como heróis e seus deuses de então. De modo que nada há de novo debaixo do céu terrestre.
"O que é, já foi; e o que há de ser, também já foi; e Deus (planeta Marduk) pede conta do que passou... Eclessiastes 3: 15
Atualmente Marduk é chamado de Planeta X.
Por Jean Bispo
Leitura complementar



DEUSES BÍBLICOS EXTRATERRESTRES - DIABÓLICOS E ÉTICOS

Um comentário:

DEUSES BÍBLICOS EXTRATERRESTRES - DIABÓLICOS E ÉTICOS
No mundo ocidental há a negação da presença de extraterrestres em nosso passado. Mas isso não acontece entre nativos e algumas culturas orientais. Na bíblia há muitos relatos diretos voltado para essa questão peculiar.
Efésios 6:12 na versão King James da Bíblia, que é utilizada como base para mais traduções modernas estipula:
"Porque não temos que lutar contra a carne e o sangue, mas contra os principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste mundo, contra a perversidade espiritual em lugares altos."
Em nítido contraste direto a tradução do grego sem censura de acordo com estudiosos da Bíblia indica o seguinte:
"Porque a nossa luta não é contra os seres humanos, mas contra os principados, contra as potestades, contra as forças deste mundo tenebroso, contra as forças das trevas espirituais (que promove a ignorância na humanidade) da maldade no espaço exterior. (Fora da Terra)"
- Efésios 6:12
O cristianismo e a ciência "mainstream" aqui no ocidente evoluíram como pilares da manutenção dos opressivo regimes, que substantivamente procuram perpetuar o império do controle das massas, ao invés de espalhar os direitos humanos legais. A negação extraterrestrial no ocidente industrializado é um fenômeno da sociedade capitalista, onde as elites procuram manter o seu status quo, reprimindo o conhecimento crítico que levaria a uma sociedade liberta da opressão elitista. Assim o capitalismo, mantém a ganância que impulsiona os lucros comerciais, com base em fazer cumprir a ignorância da sociedade, que impede o público de ter livre acesso ao conhecimento verdadeiro que pode "diminuir os lucros" das demandas do consumidor.

Por que o "mainstream" da ciência continuam a negar a histórica e contínua existência de contato extraterrestre com os seres humanos na Terra?
Por que os programas científicos na televisão, e em outra incursão da mídia de massa, como revistas, continuam a mantendo a "ficção" evidente que a humanidade ainda está em busca de vida inteligente no universo além da Terra?
Com isso em mente, tanto quanto a religião moderna, por que o cristianismo institucionalizado correspondentemente apoiam esta negação de contato com extraterrestres, como manifestado em "óvnis"?
A negação extraterrestrial dentro da ciência ocidental e cristã, se manifesta a partir de uma consciência, em que os seres humanos têm sido seduzidos a perseguir o poder materialista e opressão contra os outros.
Os discípulos do ativista Jesus sugerem que esta sedução aparente, foi amplificado por extraterrestres manipuladores.
Advertências bíblicas sobre manipuladores extraterrestres foram censuradas pelas elites religiosas cristãs que adaptaram textos bíblicos para ocultar essa informação das massas.
A própria Bíblia em formulários pré-traduzido, tal como apresentado por estudiosos da Bíblia, na verdade, contém advertências específicas contra estes aparente manipuladores extraterrestres, que aparentemente tentam controlar, explorar e oprimir a humanidade em sua totalidade.
No entanto, as formas traduzidas da Bíblia, incluindo a notável versão King James, presumivelmente dirigidas por estas entidades manipuladoras relatadas aqui, excluíram as advertências explícitas.
Implicações da divulgação extraterrestre na sociedade moderna.
O aviso do contato extraterrestre pelo cristianismo e pela ciência "mainstream" no Ocidente industrializado agora, iria elevar a consciência humana de uma maneira que iria capacitar a humanidade, em relação as implicações positivas e negativas potenciais de presenças extraterrestres na Terra.
A ignorância sobre extraterrestres tornou-se inextricavelmente ligada à evolução disfuncional e manutenção de um sistema opressivo do capitalismo, que prospera ao lado da ignorância individual. O cristianismo foi criado pelas elite sob a forma de espalhar a mensagem de um Deus inventado, para executar e para se espalhar através do Império da criação de uma burocracia religiosa de uma elite dominadora. O cristianismo é a ferramenta que os romanos e outros impérios, desde então, têm usado para pacificar e oprimir "as massas".
A "ciência" ocidental tornou-se o mecanismo secular usado pela elite do ocidente, correspondentemente para oprimir as massas através do desenvolvimento de tecnologias destrutivas associadas a um complexo político-militar-industrial e manipulados através de poderes "oficiais" do conhecimento. Estas bases altamente gestoras do conhecimento são de propriedade de uma elite. Estas bases gestoras do conhecimento também estão em conluio dirigido no sistema capitalista, por meio de sistemas formais de educação, socialização ampla e organizações de mídia de massa interligados de televisão para a mídia de impressão. Na realidade, os propagadores do cristianismo e da ciência "mainstream" na evolução do ocidente industrializado estão perseguindo uma agenda coletiva, para manter o poder opressivo, que exige negar contato com extraterrestres...
O aparente conflito entre "religião" e a ciência, é um conflito de gestão e é uma estratégia de decepção em massa através do teatro político, que é orquestrado para dar a aparência de um debate descontrolado e crítico. Na realidade, ambos os lados do debate são controlados pela mesma confederação de elites, que estão ligadas à prossecução conjunta de "Império", com o uso oportunista da religião e da ciência sob o capitalismo.
Eles buscam oprimir "as massas", para subverter uma consciência crítica de autorização da identidade da humanidade no universo, em relação aos extraterrestres. Revelar a presença extraterrestre pela ciência moderna e o cristianismo institucionalizado, iria inspirar o despertar , incluindo uma re-apresentação da identidade humana em relação sobre o que o termo Deus implica, uma consciência universal - força de atração.

Na verdade, os antigos discípulos do ativista Jesus viam Deus associado à evolução do dogma cristão com um "falso Deus ", criado sob a influência do que foi referido como os extraterrestres manipuladores associados à outros sistemas religiosos cultivadas pelos impérios repressivos no antigo Testamento (Estes incluem reporta os deuses pré- "cristão" Roma e Egito), e outros tais Impérios opressivos de base religiosa.
Os antigos discípulos viam a questão "Deus" como a consciência criativa original do nosso Universo, associado com o livre arbítrio (Gravidade = Força de atração).

Os extraterrestres se apresentam na Terra como os deuses dos escritos sagrados humanos. Os discípulos antigos reconheciam a presença dos extraterrestres como diabos ou demônios termos que significam, aqueles que vieram para a Terra para roubar os minérios, destruir o ecossistema e matar quem se opor a eles. Então, eles vieram matar roubar e destruir.
A negação da presença extraterrestre, é uma espécie de psicose social na sociedade ocidental que visa a ocultação das aparentes consciências "demoníacas", que agora dirige o capitalismo ocidental em todo o mundo através da "globalização".
No entanto assim como há extraterrestres que vieram roubar, matar e destruir, vieram também extraterrestres éticos que reconhece que somos uma espécie jovem. Em sua última visita nos civilizaram com leis com códigos de éticas e boas condutas, conforme há registros disso nos livros sagrados da humanidade.
A negação extraterrestre também serve para frustrar a propagação de mensagens por seres extraterrestres éticos, como aparentemente Jesus, e outros mensageiros espirituais, que buscavam inspirar a libertação da humanidade da influência de "consciências demoníacas".
Os dogmas religiosos induz a humanidade a acreditar em salvadores religiosos
Com a criação de salvadores religiosos, como expresso na corruptora história aparente do legado de Jesus através do cristianismo, as elites procuraram descapacitar a responsabilidade social entre a humanidade para o outro, no contexto de justiça social, e transformá-los em pessoas que tenham "fé" na orientação da sociedade sob elites opressoras. A consciência dos manipuladores extraterrestres visa reprimir o conhecimento espiritual vital associado a reconhecer a existência do legado histórico e em curso do contato extraterrestrial com seres humanos.
Extraterrestres manipuladores aparentemente implantam, nos próprios emissários que buscam oprimir a humanidade, o uso de controle de dogma, e "fé" entre as massas, de modo que a RELIGIÃO é apenas um culto a extraterrestres manipuladores. De fato eles manipulam os seus três pastores que governam a Terra: política, religião e as grandes corporações.
O verdadeiro Deus (Força de atração = universo consciente) se manifesta na busca de uma consciência associada com sabedoria, paz e amor, e também na Terra pela Mãe natureza. Os nativos canadenses e outros povos indígenas em todo o mundo realizam conhecimentos espirituais antigos associados com uma empatia do grande Espírito (Força de atração) têm sido e continuam a ser submetido a um genocídio por uma consciência demoníaca aparente que encarna, um "falso Deus ". Este falso aparente Deus é um engano aparente demoníaco, que visa reprimir o conhecimento indígena vital, que poderia libertar a humanidade da opressão dos extraterrestres manipuladores, que desde há muito vem seduzindo os seres humanos para longe do caminho da humanidade, usando promessas egoístas de ego conduzido para alcançar "poder ilimitado" para elites no planeta, através da busca da ganância e tecnologias que poderiam reforçar o controle social sobre o seu planeta.
É evidente que Jesus juntamente com outros mensageiros espirituais de uma consciência do Grande Espírito (universo consciente), tentou espalhar a mensagem de que os seres humanos são todos os filhos e filhas do Grande Espírito, e deve tratar cada outro em conformidade. Jesus não era um candidato específico de deificação religiosa. Os extraterrestres manipuladores distorceram sua mensagem e fizeram os humanos erroneamente crer que Jesus era um Deus para executar ainda mais uma agenda de estragos religiosos na Terra. Portanto, os próprios esforços dos extraterrestres éticos para inspirar a humanidade capacitando-espiritualidade interior humano, aparentemente foi sequestrado, pela aparentemente falsa rotulagem de Jesus como um "salvador", pelas influências extraterrestres muito manipuladora que extraterrestres éticos procuraram aplicar medidas de compensação. Em um contexto apreciativo em associação com amplo controle social da elite dominadora, as pessoas foram persuadidas a acreditar na ideia de ser "salvo" e, em seguida aceito no "céu", seguindo o dogma definido pelas elites religiosas.
Os éticos extraterrestres "mensageiros" eram na verdade viajantes do tempo de um futuro continuum espaço-tempo que vieram para alertar a humanidade na Terra de um caminho de opressão sob a influência dos manipuladores extraterrestres. Como disse o rei Salomão: o que é (presente) já foi (passado) e o que há de ser (futuro) também já foi.
Os extraterrestres éticos procura livrar a humanidade aparentemente de sistemas de religiões criadas sob a influência aparente de extraterrestres manipuladores que buscam enganar e oprimir a humanidade.
Os extraterrestres humanoíde procuraram ser adorado como um Deus, ou 'deuses', e viu a humanidade como uma espécie de projeto de ciências interessante.
A negação a respeito dos extraterrestres é fomentada, a fim de perpetuar a ignorância e, que por sua vez, é usado para impor os sistemas de opressão perpetuados em conjunto pela ciência e o cristianismo que na verdade é o previsto anti Cristo (contra Cristo).

Por Jean Bispo


27 de jul de 2015

Os Fabricantes dos Anéis de Saturno

Nenhum comentário:



Make by Liberte Sua Mente



SAINDO DA MATRIX - Física Quântica

Nenhum comentário:


Make by Liberte Sua Mente




A MAIOR PUNIÇÃO CONSIGO MESMO

Nenhum comentário:
A MAIOR PUNIÇÃO CONSIGO MESMO
"Toda a nossa educação cria uma divisão na nossa própria mente. Você tem que mostrar uma face para a sociedade, para a multidão, para o mundo – ela não precisa ser a sua face verdadeira; na verdade ela não deve ser a sua face verdadeira. Você tem que mostrar a face que as pessoas gostam, que as pessoas apreciam, que seja aceitável para elas – para suas ideologias e suas tradições – e a sua face original, você tem que guardá-la para si mesmo.
Essa divisão o torna muito desconectado porque a maior parte do tempo você está na multidão, encontrando pessoas, se relacionando com pessoas – muito raramente você está só. Naturalmente, as máscaras se tornam muito mais parte de você do que a sua própria natureza.
E a sociedade cria um medo em todo mundo: o medo da rejeição, o medo de que alguém possa rir de você, o medo de perder a respeitabilidade, o medo do que as pessoas dirão. Você tem que se ajustar a todo tipo de pessoas cegas e inconscientes. Até agora, esta tem sido a nossa tradição básica em todo o mundo: não se permite a ninguém ser ele próprio. E é por causa disso que o problema surge – este é um problema de todo mundo.
Você está perguntando, ‘Quando estou só e leio seus livros ou ouço suas fitas, eu me sinto imensamente feliz, choro e danço sozinho. Mas eu não consigo expressar meus sentimentos na presença dos outros, embora eu queira muito fazer isso. Por favor, diga-me o que fazer’
No momento em que o outro está na sua frente, você está pouco preocupado consigo mesmo; você está mais preocupado é com a opinião que ele terá a seu respeito. Quando você está só no seu banheiro, você se torna quase igual a uma criança – algumas vezes você faz caretas diante do espelho. Mas se você de repente percebe que está sendo observado pelo buraco da fechadura, até mesmo por uma criancinha, imediatamente você muda: você volta novamente ao seu velho e comum ego – sério, sóbrio, como as pessoas esperam que você seja.
E a coisa mais incrível é que você tem medo daquelas pessoas e elas têm medo de você – todo mundo tem medo de todo mundo. Não se permite a ninguém seus sentimentos, sua realidade, sua autenticidade – mas todo mundo quer isso, porque é um ato muito suicida continuar reprimindo a sua face original.
Você não está vivendo; ao contrário, você está simplesmente representando. E porque todo mundo está observando, os seus prolongados séculos de inconsciência o puxam para trás: não se expresse, não saia das máscaras de sua personalidade. Todo mundo está se escondendo atrás de alguma coisa falsa – isso machuca.
Ser desonesto e hipócrita consigo mesmo é a pior punição que você pode se dar.
E você não vai fazer algo prejudicial a quem quer que seja – você simplesmente quer chorar e suas lágrimas serão de alegria; você quer dançar e isto não é pecado, nem é crime. Você simplesmente quer compartilhar a sua felicidade – você está sendo generoso. Apesar disso, o medo é de que as pessoas possam não aceitar a sua felicidade. Alguém pode dizer que ela é falsa, que você está apenas representando, podem dizer que você está hipnotizado.
Uma coisa estranha é que se você está miserável, ninguém lhe diz coisa alguma, você está perfeitamente encaixado. Mas onde todo mundo é miserável, você fica fora de sintonia com a multidão se, de repente, começar a dançar.
Você quer expressar a sua alegria, mas não é corajoso o suficiente para estar só... Mas, na verdade, quem vai se importar? No máximo, talvez as pessoas pensem que você está um pouco maluco, e uma vez que elas aceitem que você está um pouco maluco, então não há do que ter medo.
O que há de errado em ser chamado de maluco? O mundo tem conhecido tantas pessoas malucas bonitas... Na verdade, todas as grandes pessoas no mundo têm sido um pouco malucas – malucas aos olhos da multidão.
Elas expressaram suas maluquices porque elas não eram miseráveis, eles não estavam na ansiedade, não tinham medo da morte, não se preocupavam com trivialidades. Elas estavam vivendo cada momento com totalidade e intensidade, e por causa dessa totalidade e intensidade, suas vidas se tornaram lindas flores – cheias de fragrância, amor, vida e riso.
Mas isto certamente machuca milhões de pessoas que estão ao seu redor. Elas não podem aceitar a idéia de que você alcançou alguma coisa que elas perderam. Elas tentarão de toda maneira tornar você miserável, para destruir a sua dança, para tirar a sua alegria – de modo que você possa voltar novamente ao rebanho.
É preciso reunir coragem. E se as pessoas disserem que você está maluco, curta a idéia. Diga a elas, ‘Vocês estão certos; neste mundo somente as pessoas malucas podem ser felizes e alegres. Eu escolhi a loucura com alegria, com felicidade, com dança; vocês têm escolhido a sanidade com miséria, angústia e inferno – nossas escolhas são diferentes. Seja são e permaneça miserável; mas deixe-me só na minha loucura. Não se sintam ofendidos; eu não estou me sentindo ofendido por vocês – tantas pessoas sãs no mundo e eu não estou me sentindo ofendido.’
Isto é apenas uma questão de pouco tempo. Uma vez que eles o aceitem como sendo maluco, logo deixarão de se preocupar com você; então você poderá entrar na luz completa com seu ser original – você pode abandonar todas as suas falsidades.
Todas as pessoas no mundo querem ser verdadeiras, pois só por serem verdadeiras, isso já lhes traz muita alegria e uma abundância de felicidade. Por que alguém deveria ser falso? Você precisa ter coragem para chegar a um insight um pouco mais profundo: Por que você tem medo? O que o mundo pode fazer com você? As pessoas podem rir de você; isso fará bem para elas – rir é sempre medicinal, é saudável. As pessoas podem pensar que você é louco... Você não vai ficar louco só porque elas pensam que você está louco.
E se você é autêntico quanto à sua alegria, suas lágrimas, sua dança – mais cedo ou mais tarde aparecerão pessoas que compreenderão você, que poderão começar a se juntar à sua caravana. Eu mesmo comecei sozinho no caminho, e depois as pessoas foram chegando e isso se tornou uma caravana do tamanho do mundo. E eu não convidei ninguém; eu apenas fazia aquilo que sentia que estava vindo de meu coração.
A minha responsabilidade é com o meu coração, não com as outras pessoas no mundo. Assim, a sua responsabilidade é apenas com o seu próprio ser. Não vá contra ele, porque ir contra ele é cometer suicídio, é destruir a si próprio. E qual é o ganho? Mesmo se as pessoas lhe derem respeito e acharem que você é sóbrio, respeitável, honorável, essas coisas não irão nutrir o seu ser. Elas não irão lhe dar qualquer insight a mais sobre a vida e sua imensa beleza.
E, além disso, todo mundo está tão preocupado com seus próprios problemas, quem irá se procupar se você está rindo e dançando? Quem tem tempo para isto? É apenas a sua mente que está pensando que todo o mundo está pensando a seu respeito. A minha própria experiência é: todo mundo está muito cheio, muito preocupado com a correria de pensamentos sobre si mesmo, sua vida, seus problemas. Você acha que alguém tem tempo até mesmo para olhar para você ou pensar a seu respeito?
Você não deve se preocupar, de jeito algum. Todos estão preocupados com seu próprio mundo, eles não têm tempo nem energia para se preocupar com você. E mesmo se eles tiverem alguma opinião, isso é problema deles. Você está sozinho no mundo: sozinho você veio ao mundo, sozinho está aqui e sozinho deixará este mundo. Todas as opiniões deles ficarão para trás; somente os seus sentimentos originais, as suas experiências autênticas irão com você, mesmo depois da morte.
Nem mesmo a morte poderá lhe tirar a dança, as suas lágrimas de alegria, a sua pureza na solitude, o seu silêncio, a sua serenidade, o seu êxtase. Aquilo que a morte não pode tirar de você é o único tesouro verdadeiro; e aquilo que pode ser tirado pelas outras pessoas não é um tesouro, é apenas tolice.
Quantos milhões de pessoas viveram antes de você neste planeta? Você nem mesmo sabe o nome delas; se elas viveram ou não, não faz qualquer diferença. Existiram santos e pecadores, existiram pessoas muito respeitáveis e todo tipo de excêntricos e malucos, mas todos eles desapareceram – nem mesmo um rastro permaneceu sobre a terra.
A sua única preocupação deve ser em cuidar e proteger aquelas qualidades que você pode levar consigo quando a morte destruir o seu corpo e a sua mente, porque essas qualidades serão as suas únicas companhias. Elas são os únicos valores verdadeiros e as pessoas que as alcança – somente elas - vivem; as outras fingem que vivem.
Só viver nem sempre é viver. Olhe para a sua vida. Você pode dizer que ela é uma benção? Você pode dizer que ela é um presente da existência? Você gostaria que essa vida lhe fosse dada repetidas vezes? Ela está tão vazia. Por causa de seu vazio, as suas preces são vazias. Você não consegue preencher suas preces com gratidão. Gratidão, por que? Você nada mais está fazendo senão representando papéis em uma novela, você não está sendo você mesmo.
Você é realmente você mesmo? Ou está apenas fingindo ser alguém que a multidão ao seu redor queria que você fosse?
Para mim, um buscador da verdade deveria começar por abandonar tudo o que é falso nele, porque o falso não pode buscar a verdade. O falso é a barreira entre você e a verdade. Se tudo o que é falso for abandonado, você não precisa buscar pela verdade – a verdade virá até você. Na verdade, quando eu digo, ‘A verdade virá até você’, isto são apenas palavras. Quando tudo o que é falso é abandonado, você é a verdade.
Nada vem e nada vai.
Não existe jornada.

OSHO - The Hidden Splendor - Cap. 15


Reflexão acerca do Ego

Nenhum comentário:


Make by Liberte Sua Mente 


26 de jul de 2015

Magia, Bruxaria, Mago, Bruxo, Taboo Bruxaria, National Geographic. Documentário muito interessante que fala da Magia verdadeira praticada nas Americas.

Nenhum comentário:

Magia, Bruxaria, Mago, Bruxo, Taboo Bruxaria, National Geogra...
Magia, Bruxaria, Mago, Bruxo, Taboo Bruxaria, National Geographic. Documentário muito interessante que fala da Magia verdadeira praticada nas Americas.
Posted by Bruno Guerreiro de Moraes on Quinta, 23 de julho de 2015

Reencarnação – Ciclo Anunnaki

Nenhum comentário:
Photo by Liberte Sua Mente 


















Conforme já estudado, sabemos que a palavra Anunnaki significa “aqueles que do
 céu vieram”. Sabemos que nas milhares de Tábuas de argila encontradas e decifradas suas escrituras por Zacharia Sitchin nos conta que esses Anunnakis estiveram aqui a cerca de 450 mil anos e consta principalmente que manipularam nosso DNA.   

Veja essa história toda AQUI:

Bom, e o que isso tem a ver com o nosso ciclo reencarnatório na Terra ???  Muitas pessoas são espiritualizadas de alguma forma e estão inclinadas a aceitar que há um processo Reencarnatório que nos “traz” de volta à esse plano físico, mas não conseguem entender de forma mais profunda esse processo justamente pela fragmentação de toda a informação que “Re-montaria” muitas verdades de nosso passado. Bom, se muito dessa historia se fragmentou, podemos desfragmentá-la e juntar partes para entender o todo.

Levando em conta que de fato nosso DNA foi manipulado pelos Anunnakis, e ao que diz nas Tábuas de argila a razão dessa manipulação foi apenas para nos tornar seres capazes intelectualmente para realizar o trabalho que eles (os Anunnakis) queriam que realizássemos. Porém, sabemos que usamos apenas 20 dos 64 Códons de nosso DNA, ou seja, 44 estão “BLOQUEADOS”, e quem os bloqueou ???  Bom, essa resposta fica mais fácil de responder com outra pergunta:Quem nos manipulou geneticamente a 450 mil anos ??? Sim, os Anunnakis, e a razão, ou melhor, a principal razão de bloquearem parte de nosso DNA é justamente para que você não lembre nada de suas reencarnações passadas.  Assim ELES podem RE-programar você novamente na “Matrix”.

Sabemos que esses seres (Anunnakis) estão num nível vibratório de existência em 4D e a chamada morte de nosso corpo físico que está na 3D, nos faz retornar novamente à essa mesma4D, onde ELES também controlam em seus níveis vibratórios mais baixos (onde nos “atrapam” espiritualmente).

Você achava que ao morrer, depois de ter sido uma “boa” pessoa, trabalhadora e fiel a deus, ou melhor, aos deuses, você iria para o “céu” ficar ao lado dele, ou deles, e junto aos anjos e querubins ??? Sim, é verdade, você acertou! Os mesmos anjos retratados pelo catolicismo são os Sentinelas Anunnakis retratados no livro de Enoch, e os deuses são seus “Reis”.

 O próprio Vaticano confirmou que os anjos da bíblia são provavelmente ET’s




Assim na Terra como no céu ... Assim como cá é lá ... Essas e outras frases conhecidas pelo mundo principalmente no mundo religioso, nos diz que nosso mundo 3D é uma cópia do mundo dos céus, onde REINAM os “deuses”.

Ao morrer, ou desencarnar, você mantém sua consciência PRESA e APEGADA às idéias mundanas da Matrix 3D, onde aprendeu com TODA a Polarização possível que esse mundo lhe programou e assim, muitos perambulam por aqui achando que ainda estão na 3D, não aceitaram a morte ou desencarne.



Como cá é como lá, obviamente há também uma hierarquia imposta e regida pelos Reis Anunnakis onde estabelecem aos recém retornados à 4D uma nova “chance” de vida retornando à 3D para cumprir mais um Ciclo Reencarnatório. O que este recém chegado não sabe é que não se lembrará de nada e assim, poderá ser RE-programado (de NOVO) pela Matrix. Isso é tudo o que ELES querem de você. Que continue sendo um RECURSO comportando-se como gado e sendofiel ao “regimento” Celeste do “Rei dos céus”(O Pai todo poderoso). 

Ao regressar à 3D você não se lembrará de sua passagem anterior à 4D, e menos ainda da 3Danterior. Perceba que sua memória Almica foi manipulada desde um corpo 3D com DNA alterado para que você não possa se lembrar e assim, jamais poderá Evoluir Espiritualmente. ESSA É A GRANDE MANIPULAÇÃO !!! ELES manipulam e administram o Ciclo Reencarnatório na Terra.

Não estou dizendo que TODOS os que encarnam na 3D são “conduzidos” por ELES, mas a grande maioria sim. Os poucos que encarnam sem serem provenientes desse ciclo manipulado são seres com alguma capacidade superior (isentos de manipulação Anunnaki) e que “escapam” desse controle reencarnatório ao qual estamos "atrapados", e chegam aqui para poderem ajudar a divulgar um DESPERTAR espiritual e nos auxiliar a entendermos o que somos, quem somos e nossa situação atual.

Quando despertamos e entendemos essas verdades, compreendemos melhor nossa situação e nos tornamos realmente livres para escolhermos o que queremos. Assim. exerceremos por direito o chamado Livre-arbítrio. Essa era pra ser a natureza de nossa existência, o que na verdade, sempre foi. 

Esse é o “empreendimento” DELES – Um controle espiritual na 4D e simultaneamente um controle mental na 3D. Assim, ELES se certificam que seus propósitos se perpetuem.

Por isso, CUIDADO !!! TOOODAS as religiões foram manipuladas para atenderem à seus “mestres”, ao seu “Pai” e criador ... pense nisso, não é a toa que iremos pra 5D, certo ?!!




http://rmorais76.blogspot.com.br/2010/11/reencarnacao-ciclo-anunnaki.html?spref=fb



25 de jul de 2015

Segredos de Estado - Psicopatas - Serial Killer - Maniacos, criminosos mentalmente lesados.

Nenhum comentário:

Segredos de Estado - Psicopatas - Serial Killer - Maniacos, criminosos mentalmente lesados.
Segredos de Estado - Psicopatas - Serial Killer - Maniacos, criminosos mentalmente lesados.
Posted by Bruno Guerreiro de Moraes on Quinta, 23 de julho de 2015

24 de jul de 2015

A sociedade é um embuste, assuma o controlo da sua vida | Alan Watts

Nenhum comentário:
Alan Watts, Orador, Filósofo e Activista, discute o absurdo da vida moderna, levantando muitas perguntas sobre por que nós nos permitimos ser tão facilmente manipulados e coagidos a manter tais valores vazios e ineficazes.
Watts refere-se ao estado actual de doutrinação social das crianças como um tipo de liberdade condicional da sociedade, que somos ensinados a pensar em nós mesmos como indignos a partir do momento em que entramos no mundo. Que temos de nos provar aos nossos pais, professores e à sociedade em geral. Mas visto que a maioria estão cegos por um padrão ineficaz, que coloca os seres humanos numa caixa onde a maior perseguição na vida é a aquisição de dinheiro, poder e aceitação social, talvez seja a civilização que esteja em liberdade condicional.
Os valores da nossa idade perderam completamente de vista o que é a consciência, e quem somos. Muitas pessoas são totalmente inconscientes de que é o aspecto não-físico de si mesmos que anima o corpo e a mente. Com o mundo como um labirinto interminável de distracção, trauma e escassez imposta, quem é que tem tempo para cavar fundo dentro de si, destravando os mistérios do ser que infundem toda a vida? Mas é a resposta a esta pergunta fundamental: Quem sou eu, que uma vez procurada, vai construir um templo do conhecimento interior, limpando os desejos limitados e auto-suficientes de uma mente presa por exteriorizações?
A escolha para se conhecer a si mesmo, vai transformar a corrida de ratos sem sentido que a maioria da humanidade se encontra, desbloqueando um destino eterno e uma experiência divina que vai eclipsar qualquer meta materialista.E é esta capacidade transcendente escondido dentro de cada ser, independentemente da sua etnia, origem cultural ou posição social, que faz com que os nossos pretensos senhores tremam de medo.Se nós tivéssemos um vislumbre do nosso verdadeiro propósito na vida, e o que isso poderia significar para nós e para a posteridade, nós nunca mais seriamos enganados no jogo interminável que a vida moderna se tornou.
http://prisaoplanetaria.com/2015/07/22/a-sociedade-e-um-embuste-assuma-o-controlo-da-sua-vida-alan-watts/#prettyPhoto

O Caminho Para a Liberdade – David Icke – Completo e Legendado PT-BR

Nenhum comentário:
Gravado em 1999, nesta serie David Icke fala sobre as origens das raças humanas, as sociedades secretas ao longo da história humana, e como elas influenciaram e influenciam a nossa sociedade até os tempos de hoje.
David Icke explica também como funciona o sistema de chakras, de maneira bem simplificada, e o seu ponto de vista em relação à manipulação energética que acontece no nosso planeta.
São palestras meio grandes, mas são bem explicadas e muito úteis para as pessoas que realmente querem entender o porquê de muitas coisas.
Temos um caminho muito longo pela frente e toda informação é importante, acreditando ou não. Manter a mente aberta é um acto de sabedoria.


http://prisaoplanetaria.com/2015/07/21/o-caminho-para-a-liberdade-david-icke-completo-e-legendado-pt-br/#prettyPhoto


23 de jul de 2015

UMA NOVA LÓGICA: "Quem disse que nascemos para procurar emprego?"

Nenhum comentário:

Muhammad Yunus, o ''banqueiro dos pobres'', quer estimular os jovens a empreender mais – e convencer grandes empresários a abrir mão de lucros. Vai dar certo?
O economista Muhammad Yunus é conhecido no mundo todo como “o banqueiro dos pobres”. Por meio do Grameen Bank, que ele fundou em 1983 em Bangladesh, Yunus espalhou em escala internacional o conceito do microcrédito: empréstimos feitos, sem garantias ou papéis, a gente pobre que nunca antes teve acesso ao sistema bancário. Tal fomento ao empreendedorismo, sobretudo entre mulheres, e seus resultados efetivos lhe renderam, entre outros prêmios, o Nobel da Paz em 2006. Também transformaram Yunus em um dos oradores mais requisitados do planeta, inclusive em eventos lotados de empresários e banqueiros que ele critica sem censura.
Há dois meses ele esteve no Brasil para promover a Yunus Negócios Sociais, braço brasileiro da Yunus Social Business Global Initiatives, espécie de incubadora de negócios sociais – como são chamadas empresas criadas para resolver problemas sociais, e não exatamente gerar lucro para acionistas. Durante a passagem por São Paulo, ele falou à Trip sobre essa trajetória e sua crença de que esse tipo de negócio é um modo eficaz de repensar o sistema econômico vigente – do qual critica a concentração de renda em níveis absurdos e a própria lógica de que as pessoas precisam passar a vida procurando emprego. “O ser humano não nasceu para isso”, diz ele, um defensor pioneiro da ideia, tão em voga hoje, de que é melhor seguir o próprio caminho do que ser um funcionário.

“Lidar com teorias econômicas diante de pessoas morrendo [de fome], para mim era uma piada” 

Em Daca, capital e maior cidade de Bangladesh, Yunus mora com a mulher e a filha mais nova (a mais velha, que acaba de lhe dar o primeiro neto, vive em Nova York) no mesmo conjunto de prédios onde está a sede do Grameen Group, com suas mais de 50 empresas. Em boa parte do tempo, viaja pelo mundo com palestras e consultorias que lhe dão uma rotina atribulada, da qual diz não se cansar, mesmo aos 75 anos de idade. “Eu gosto disso. Sem essa rotina eu estaria terrivelmente entediado. Não sei o que fazer comigo mesmo quando não estou ocupado.”
A seguir, oito trechos da conversa que deixam claro que, para Yunus, o que falta ao mundo é olhar mais para o próximo e trabalhar pela prosperidade coletiva. Uma visão mais amorosa, pode-se dizer.
Arquivo pessoal
Yunus em 1976, quando começou as ações que deram forma ao Grameen Bank
Yunus em 1976, quando começou as ações que deram forma ao Grameen Bank

UM NOVO CAPITALISMO
“Há 85 pessoas no mundo que têm mais da metade de toda a riqueza do planeta. Já a metade mais pobre da população mundial detém menos de 1% desses recursos. Que mundo é esse? Minha luta tem sido contra essa estrutura. As pessoas não podem fazer nada além de tocar o barco como foi concebido. Luto por uma nova máquina, por alternativas, por um movimento contrário. A estrutura que existe não vai resolver nosso problema. A disparidade de renda só piora, a riqueza se concentra em pouquíssimas mãos. Conheço empresa que ficou cem vezes maior em sete anos, e o número de funcionários só diminui. Inclusive por causa de tecnologia, eficiência. O que vai acontecer com todas essas pessoas sem trabalho? Se a Europa, a parte mais próspera do mundo, vive isso, o que acontece em economias menores? Temos que redesenhar o sistema capitalista. Tudo o que dizem é ‘faça dinheiro, seja feliz’. Mas aí você ganha us$ 1 bilhão e não faz nada pelos outros. Para que serve us$ 1 bilhão? ‘Ah, dei emprego a muita gente.’ Sim, e pegou a riqueza para você. Concentração é tudo o que você produziu.” 
EMPREGO: ESQUEÇA ESSA IDEIA
“Uma questão essencial está na ideia de emprego. Quem disse que nascemos para procurar emprego? A escola? Os professores? Os livros? Sua religião? Seus pais? Alguém colocou isso na cabeça das pessoas. O sistema educacional repete: ‘você tem que trabalhar duro’. Seres humanos não nasceram pra isso. O ser humano é cheio de poder criativo, mas o sistema o reduz a mero trabalhador, capaz de fazer trabalhos repetitivos. Isso é vergonhoso, está errado. As pessoas precisam crescer sabendo que é uma opção se tornar empregado, mas que existe a possibilidade de ser empreendedor, seguir o próprio caminho. É arriscado, incerto, há frustrações, mas é bem mais estimulante. Arrumar emprego é o que é seguro, garantido. Mas sua vida será limitada ao que decidirem por você.

“Não somos robôs fazedores de dinheiro. A vida não pode ser reduzida a uma busca egoísta como essa” 

TEORIA VERSUS REALIDADE
“Meu pai era um pequeno comerciante. Admirava a educação, mas não pôde ir além do oitavo ano na escola. Minha mãe foi até o quarto ano. Somos sete irmãos e duas irmãs, e todos decidimos por conta própria o que fazer. Oportunidades surgiram, empregos me foram oferecidos, e eu não aceitei. O único emprego que tive foi o de professor – porque eu queria ensinar. Não me empolgou a possibilidade de carreira, salário, mas o espaço para pensar, criar. E, quando chegou a hora, comecei o negócio do microcrédito. O isolamento da universidade sempre me irritou. Qual a utilidade do conhecimento se ele não chega às pessoas? Em Bangladesh, tínhamos pessoas morrendo de fome. Faz sentido ensinar teorias tão bonitas, das quais somos tão orgulhosos, e elas não terem o menor significado na vida de quem não pode comer? Há muitas maneiras de morrer, mas a fome é uma das mais dolorosas. Lidar com teorias econômicas diante de pessoas morrendo assim era uma piada.” 
Arquivo Pessoal
Com mulheres de Bangladesh, nos anos 1980. Foi para artesãs que ele concedeu os primeiros empréstimos, no valor de US$ 27
Com mulheres de Bangladesh, nos anos 1980. Foi para artesãs que ele concedeu os primeiros empréstimos, no valor de US$ 27

CONTRA OS BANCOS
“Fico furioso com agiotagem. Como um ser humano pode ser tão cruel com outro? Vi situações dramáticas de pessoas devendo dinheiro. Então comecei a emprestar, para que parassem de procurar exploradores. Eram quantias mínimas – o primeiro empréstimo foi de us$ 27. O problema é que meu dinheiro foi acabando. Fui a uma agência bancária no próprio campus da universidade onde eu lecionava e pedi ajuda ao gerente. A resposta: ‘Isso é problema seu’. Começou aí meu confronto com bancos. Ouvi explicações absurdas sobre por que não dar crédito a gente pobre. Até que entendi: eu deveria ter um banco. Um banco que fizesse um bom trabalho pelas pessoas. Foi o que inventei em 1983: o Grameen Bank. Diziam que era um fenômeno local, que só funcionaria em Bangladesh. Fomos à Malásia, a convite de pessoas de lá, e deu certo. Disseram: ‘é um fenômeno de países muçulmanos’. Fomos às Filipinas, país católico. Passaram a dizer: ‘é um fenômeno asiático’. Explicações e mais explicações vieram, sempre para proteger a ideia de que o sistema continua certo – e você apenas inventou algo que não vale para o mundo. Em 2006 vem o prêmio Nobel. Nem assim o sistema muda.”
DESENVOLVIMENTO?
“Na crise de 2008, eu estava em Nova York. Vendo as notícias sobre o colapso, os escândalos, lembrei daquele gerente que procurei e pensei: quem merece crédito, afinal? Quem está dando calote? Os pobres a quem empresto dinheiro me devolvem cada centavo. Temos oito agências em Nova York, com 30 mil clientes, e nenhuma inadimplência. Então, por que continuar teimando? Por que ensinar na universidade o que é sistema bancário sem se perguntar por que mais da metade da população do planeta não tem nada a ver com bancos? Construir rodovias é medida de desenvolvimento? Para mim, não existe desenvolvimento se pessoas têm uma única muda de roupa. Ou se só fazem uma refeição ao dia.”
RESOLVENDO PROBLEMAS
“Em determinada época, percebi que crianças de muitas famílias não conseguiam enxergar à noite. Vi isso em diferentes lugares: crianças que não veem nada depois que o sol se põe. Médicos me disseram: ‘Isso é uma doença chamada cegueira noturna, causada por falta de vitamina A. Se tomarem comprimidos ou tiverem alimentação rica em vegetais, voltam a enxergar’. Voltei a algumas famílias e expliquei a importância de comer vegetais. ‘Ah, não é simples encontrar vegetais’, diziam. Tive a ideia de vender pequenos pacotes de sementes, a 1 centavo. Gradualmente, foram comprando e plantando. O Grameen Group passou a ter um negócio de sementes. Em sete anos, nos tornamos o maior vendedor de sementes do país. E a cegueira noturna foi erradicada. É essa a ideia do negócio social.”
Divulgação
Yunus durante uma palestra do Fórum Econômico Mundial de Davos, na Suíça, em 2010
Yunus durante uma palestra do Fórum Econômico Mundial de Davos, na Suíça, em 2010

ISSO É NEGÓCIO, SIM
“Muita gente diz que isso não é um negócio de verdade. Se não tem lucro, não é negócio. De onde vem essa definição? É negócio, sim. É decisão minha não ter lucro. Se a teoria não se encaixa no que eu criei, não sou eu quem está errado; é a teoria. O capitalismo é uma ideia maravilhosa, porque dá opções. O problema está na ideia de que é preciso maximizar lucros e que só isso é aceitável como negócio. Não somos robôs fazedores de dinheiro. A vida não pode ser reduzida a uma busca egoísta como essa. Outra lógica é possível e há empresas interessadas. O chairman da Danone me procurou dizendo que queria resgatar os ideais de seu pai – e não apenas tocar uma corporação mais preocupada com o valor das ações. Nasceu aí um negócio social: um iogurte muito barato, com os nutrientes de que uma criança precisa diariamente, vendido de porta em porta, por gente que não tinha trabalho em Bangladesh. A Danone não terá lucro com isso: apenas recupera o que foi investido e nada mais. Você pode não morrer de amores por esse modelo – e eu quero discussão, quero ouvir críticas. Mas não pode simplesmente dizer ‘não funciona’ ou ‘não é real’.” 
NOVAS GERAÇÕES
“Tenho falado muito, em diferentes países, a convite de empresários, banqueiros. Então creio que estejam prestando atenção ao que eu digo. Se me odiassem, me manteriam longe. Não odeio os banqueiros, as pessoas, apenas digo: ‘Não é possível continuar agindo assim’. E estão entendendo. Talvez ainda haja uma diferença entre a imagem pública e o que pensam. Muitos chegam em casa e são criticados pelos filhos. Porque as novas gerações estão espalhando essas mensagens. Viajo muito, é uma rotina corrida, mas a energia das pessoas, particularmente as mais jovens, me renova. Quando vejo essa gente respondendo ao que digo, se inspirando, querendo fazer alguma coisa, tudo faz sentido. Quando estou longe de casa, no Brasil, na Colômbia, no Chile ou na China, e vejo que as pessoas conhecem o que eu disse, o que eu fiz, esqueço as horas de sono perdidas, o jetlag. São sementes sendo espalhadas, que um dia vão germinar. Algumas podem se tornar árvores gigantes. Quem sabe?”


http://revistatrip.uol.com.br/revista/245/reportagens/o-banqueiro-dos-pobres-muhammad-yunus-propoe-uma-nova-logica.html