6 de nov de 2014

CONTRAPONDO A MANIPULAÇÃO BÍBLICA: A proclamação do sofrimento do anarquista (Jesus)


Desde então começou Jesus Cristo a mostrar aos seus discípulos que era necessário que ele fosse a Jerusalém, que padecesse muitas coisas dos anciãos, dos principias sacerdotes e dos escribas, que fosse morto e que ao terceiro dia ressuscitasse.
E Pedro tomando-o à parte, começou a repreendê-lo, dizendo: Tenha Deus compaixão de ti, Senhor; isso de modo nenhum te acontecerá


"Ele, porém, voltando-se, disse a Pedro: Para trás de mim, Satanás, que me serves de escândalo; porque não está pesando nas coisas que são de Deus, mas sim nas que são dos homens." (Versão manipulada da Bíblia)

A PROCLAMAÇÃO DO SOFRIMENTO (Versão TALM)

Ele disse aos 'amantes da verdade', como ele deveria de sofrer por meio da falsidade, o medo, e o ódio do supremo conselho, dos fariseus, dos saduceus, escribas, e dos principais sacerdotes, pois ele não podia evitar, mais iria levar o seu conhecimento até eles. E Pedro levando-o para o canto, falou mencionando: "Que Deus e a criação evite isso! Isso pode te acontecer, porque eles pretende te agarrar, te torturar, e te matar."


Mas Ele virou se a Pedro e disse: "Afaste-te de mim, desencaminhador! Porque tu és uma pertubação para mim com as suas tolices, pois um "Deus" é uma ilusão, uma imaginação inventada por falsos profetas e sacerdotes e por outros confusos."

Obs.:
Veja que esse que o aprendemos a chamar de "Jesus" em nenhum momento na verdade ele diz a Pedro "Para trás de mim, Satanás...."


Essa ideia da "Satanás" é apenas um mero inexistente fantoche a trazer como meio de intimidação de uma criação religiosa, o terrorismo psicológico para quem esta de fora desses antros de inutilidades, e manter os coagidos pelo medo os que estão dentro do cárcere psicológico da Babilônia regida pelo desconhecido maestro das sombras.

(Liberte Sua Mente)



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, será muito legal...meu muito obrigado!! Volte Sempre!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
▲ Topo