25 de set de 2014

Pastores da Assembleia de Deus morrem durante surto do Ebola na África

Segundo a Organização Mundial da Saúde, estamos passando atualmente por um dos maiores focos de Ebola da história. Até agora, a doença já infectou cerca de 3.500 pessoas e causou a morte de mais de 1.900 na África Ocidental. Entre os mortos estão quatro pastores da Assembleia de Deus do distrito de Monrovia da Libéria, e vários crentes na região Koindu de Serra Leoa.

Os países do Oeste Africano que atualmente estão lutando contra o surto da doença são Guiné, Serra Leoa, Libéria e Nigéria, com um surto separado na República Democrática do Congo na África Central. Até agora, segundo o Centro para Controle e Prevenção de Doenças, dos EUA, a doença foi fatal em 55 a 60 por cento dos casos relatados no surto do Oeste Africano.

Em um esforço para conter a doença mortal, muitas áreas foram colocadas em quarentena, o que resultou em escassez de alimentos. O grupo Missões Mundiais da Assembleia de Deus enviou fundos para ajudar diversas regiões na Libéria, Serra Leoa e Guiné.

De acordo com relatos missionários da Assembleia, apesar das inúmeras vidas ceifadas pela doença, o medo de Ebola tem levado muitas pessoas a se converterem a Cristo.

Greg Mundis, diretor executivo da agência missionária, pede para que as igrejas se juntem a eles em oração fervorosa para que mais almas se convertam, e para que o Espírito Santo ministre aos que estão trabalhando diretamente com o sofrimento.

http://www.ofimdauniversal.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, será muito legal...meu muito obrigado!! Volte Sempre!!!