7 de set de 2014

Jornalista investigativo dos EUA diz que a CIA está envolvida no 'assassinato' de Eduardo Campos

O jornalista Wayne Madsen se especializou em inteligência em relações internacionais tornando se conhecido por suas denuncias, de repercussão mundial, a respeito da espionagem empreendida pela NSA - Nacional Security Angency. O norte americano acredita que o avião de Eduardo Campos foi derrubado propositalmente, e que nesse acidente houve envolvimento da CIA, Agencia Inteligencia Norte-Americana. sua posição é apresentada no artigo "All factors o CIA aerially assassinating Brazilian presidential candidate", no site da "Strategic Culture Foundation". Como argumentos para a sua tese, o jornalista enfatiza três pontos: O modelo do avião tinha um histórico perfeito em relação à segurança de voo; a caixa-preta do avião não registrou o voo; e o avião foi comprado com uso de empresas fantasma, ficando pouco claro quem era verdadeiro proprietário da aeronave. Este último aspecto para o jornalista, é o que chama mais a atenção, e seria uma das marcas das ações da CIA-Central Intelligence Agency.



COLUMNISTS
All factors point to CIA aerially assassinating Brazilian presidential candidate
Wayne MADSEN | 30.08.2014 | 00:00

The plane crash that killed Brazilian presidential candidate Eduardo Campos, who was running in second place behind incumbent President Dilma Rousseff, has severely harmed Rousseff’s chances for re-election. Campos’s successor on the ticket, former Green Party leader Marina Silva, a George Soros puppet, now stands a very good chance of unseating Rousseff in an expected run-off election. Rousseff’s defeat would signal a victory for the Obama administration’s covert activities to eliminate from the scene progressive presidents throughout Latin America.

A review of post-World War II history reveals that of all the many ways intelligence services have used to eliminate political and economic threats,

Wayne MADSEN
Investigative journalist, author and syndicated columnist. Has some twenty years experience in security issues. As a U.S. Naval Officer, he managed one of the first computer security programs for the U.S. Navy. He has been a frequent political and national security commentator on Fox News and has also appeared on ABC, NBC, CBS, PBS, CNN, BBC, Al Jazeera, and MS-NBC. He has been invited to testify as a witness before the US House of Representatives, the UN Criminal Tribunal for Rwanda, and an terrorism investigation panel of the French government. A member of the Society of Professional Journalists (SPJ) and the National Press Club. Lives in Washington, D.C.

Ainda segundo o jornalista, a agencia que enviou uma equipe ao Brasil para investigar o acidente seria, na verdade, especializado em encobertar ações criminosas.


A motivação para o assassinato de Campos seria sua substituição por Marina Silva, uma "queridinha" do movimento da globalização dirigida e da 'sociedade civil', movimento este, financiado pelo bilionário George Soros. Segundo ele, Marina teria mais chances de ser eleita e, uma vez eleita, seria muita mais favorável aos interesses dos EUA que o governo atual.

"The plane crash that killed Brazilian presidential candidate Eduardo Campos, who was running in second place behing incumbent President Dilma Roussseff, has severely harmed Rousseff's chances for re-election. Campos sucessor on the ticket, former Green Party leader Marina Silva, a George Soros puppet, now stnds very good chance of unseating Rousseff in an expected run-off election.", introduziu.

Para Madsen, a 'Terceira via' é um movimento internacional, utilizado por políticos financiados por George Soros, para se infiltrar em partidos históricos de esquerda. O grupo não veria problemas no assassinato de um de seus membros para promover outro, como seria o caso no Brasil. Na opinião do jornalista, a mote de Eduardo Campos, é uma cópia exata do assassinado do primeiro-ministro de Portugal Sá-Carneiro. Neste caso, os beneficiários da ação seria Marina Silva e seus aliados.


Apesar de ter se tornado conhecido por suas ações investigativas, como em casos de espionagem envolvendo a NSA neste artigo, Madsen não apresentou provas restringindo-se a especulações e comparações com estudos anteriores e informações a respeito do modus operandi da CIA e de supostos interesses nos EUA na ocorrência


Lígia Ferrei
Folha Política

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, será muito legal...meu muito obrigado!! Volte Sempre!!!