23 de jul de 2014

Apenas 3 empresas controlam mais da metade do mercado mundial de sementes

Posted by Liberte Sua Mente on quarta-feira, 23 Julho, 2014

Estes Monsanto (26 por cento), a DuPont Pioneer (18,2) e Syngenta (9,2). Entre os três faturados 18.000 milhões por ano. 



As sementes da Monsanto 

Apenas 3 empresas controlam mais de metade do mercado mundial de sementes de seis empresas de pesticidas dominar 76 por cento do setor e dez corporações são feitas de 41 por cento do mercado de fertilizantes.
Os dados foram processados pelo Grupo ETC é uma referência no estudo das corporações agro. Com três décadas de trabalho e escritórios no Canadá, os EUA eo México, emite periodicamente artigos sobre todos os continentes, com base em cross-linking de oficial do governo e negócios
É o que diz um relatório publicado pelo jornal Página 12, o que indica que três empresas controlam mais de metade (53 por cento) do mercado de sementes global. Estes Monsanto (26 por cento), a DuPont Pioneer (18,2) e Syngenta (9,2).
Entre os três faturados 18.000 milhões por ano. Entre o quarto e décimo empresa Vilmorin (francês Groupe Limagrain), Winfield, KWS alemão, Bayer CropScience, Dow AgroSciences e japonês Sakata e Takii aparecer.
Entre as dez empresas dominam 75 por cento do mercado mundial de sementes. E faturados 26.000 milhões por ano.
O relatório observou que as grandes empresas já compraram a maioria das empresas que poderiam ser desenvolvidas em seus países de origem. Ele observa que a nova estratégia é adquirir e estabelecer parcerias com empresas da Índia, África e América Latina. Eles citam como exemplo o caso dos EUA Bioceres Arcadia Biosciences e Argentina (no diretório são Grobocopatel Gustavo e Victor Trucco, entre outros relativos agro GM local). Grupo ETC alerta que o cartaz promove mudas privatização das sementes pela "proteção mais rigorosa da propriedade intelectual" eo desencorajamento da prática tão antiga quanto a agricultura: economia de colheita de sementes para usar em novas plantações.
O quadro legal impulsionada pelo agronegócio e governos chamados 91 UPOV (União Internacional para a Proteção das Obtenções Vegetais), que proíbe a troca de variedades entre agricultores.
A indústria de agroquímicos também está em poucas mãos. Dez empresas controlam 95 por cento do setor. Syngenta (23 por cento de participação de mercado e 10.000 milhões de faturamento anual), a Bayer CropScience (17 por cento, para 7,5 bilhões), a BASF (12 por cento, para 5,4 bilhões de dólares), a Dow AgroSciences (9,6 por cento para 4,2 bilhões de dólares) e Monsanto (7,4 por cento e 3,2 bilhões de dólares por ano). Entre o sexto eo décimo lugar são DuPont, Makhteshim (adquirida pela chinesa Agroquímicos Empresa), da Austrália Nufarm e japonês Sumitomo Chemical e Arysta LifeScience. Entre as dez empresas faturados 41.000 milhões por ano.

http://www.telediariodigital.net/2014/06/solo-3-empresas-controlan-mas-de-la-mitad-del-mercado-mundial-de-semillas/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, será muito legal...meu muito obrigado!! Volte Sempre!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
▲ Topo