11 de mar de 2014

SEIS FATOS IMPORTANTES QUE NÃO ESTÃO LHE CONTANDO SOBRE O VÔO 370, DA MALÁSIA AIRLINES, QUE DESAPARECEU***

Posted by Liberte Sua Mente on terça-feira, 11 Março, 2014


Há alguns fatos surpreendentes que não estão lhe contando sobre o vôo 370, da Malásia Airlines, que simplesmente desapareceu sobre o Golfo da Tailândia, com 239 pessoas a bordo. 
O mistério do desaparecimento repentino e completo do vôo deixou as autoridades superiores do mundo da segurança aérea perplexos. "As autoridades de segurança aérea e antiterror em dois continentes parecem igualmente perplexas sobre qual direção a investigação deve tomar", relata o Wall Street Journal.
O jornal informa:
"Por enquanto, parece simplesmente inexplicável", disse Paul Hayes, diretor de segurança e de seguros da Ascend Worldwide, uma empresa de consultoria e inteligência da aviação britânica.
Enquanto os investigadores estão perplexos, a grande mídia também não está contando a você toda a história. Por essa razão, coletei os seguintes fatos que devem levantar sérias reflexões nas mentes de quem acompanha a situação.

Fato # 1: Todos os jatos comerciais Boeing 777 são equipados com as chamadas caixas pretas, gravadores que podem sobreviver a qualquer explosão a bordo.
Nenhuma explosão do avião, em si, pode destruir os gravadores da caixa preta. São estruturas à prova de bomba que possuem gravações digitais de conversas de cabine, bem como dados de vôo detalhados e dados da superfície de controle.

Fato # 2: Todas as caixas pretas transmitem sinais localizadores por pelo menos 30 dias depois de uma queda no oceano.
No entanto, a caixa preta deste incidente em particular não foi detectada até o momento. É por isso que os pesquisadores estão tendo tanta dificuldade em encontrá-la. Normalmente, eles só precisam sintonizar o transmissor da caixa preta. Mas, neste caso, a ausência de um sinal significa que a própria caixa preta - um objeto projetado para sobreviver a explosões poderosas - desapareceu, ou apresentou defeito ou foi destruída por uma poderosa força para além dos piores medos de engenheiros de design de aeronaves.

Fato # 3: Muitas partes de aeronaves destruídas bóiam naturalmente e irão flutuar na água.
Em casos anteriores de aeronaves destruídas sobre o oceano, ou que se destroçaram de encontro com o oceano, os destroços sempre foram localizados flutuando na superfície da água. Isso porque - como você deve se lembrar do aviso de segurança que já aprendeu a ignorar - "seu assento pode ser usado como um dispositivo de flutuação".
Sim, almofadas de assento flutuam. Assim como muitas outras peças não metálicas das aeronaves. Se o vôo 370 foi derrubado por uma explosão de qualquer tipo, haveria destroços boiando no oceano, o que não seria difícil de detectar. O fato de que ainda não foram avistados só contribui para o mistério de como o vôo 370 literalmente desapareceu da face da Terra.

Fato # 4: Se um míssil destruiu vôo 370, ele teria deixado uma assinatura nos radares.
Uma teoria circulando na net é que um míssil derrubou o avião, de alguma forma transformando o avião e todo o seu conteúdo em “pedacinhos" – tão pequenos que seriam indetectáveis.
O problema com esta teoria é que não existe um míssil conhecido, terra-ar ou ar-ar, com tal capacidade. Todos os mísseis conhecidos geram tremenda quantidade de destroços quando explodem no alvo. Tanto o míssil quanto os destroços produzem grandes assinaturas de radar, que seriam facilmente visíveis tanto para os navios militares quanto para as autoridades de tráfego aéreo.

Fato # 5: A localização da aeronave, quando desapareceu, não é um mistério.
Os controladores de vôo têm detalhes completos de quase exatamente onde a aeronave se encontrava no momento em que desapareceu. Eles sabem a localização, a elevação e a velocidade do ar - três dados que podem facilmente ser usados para estimar a localização provável dos destroços .
Lembre-se: os investigadores de segurança aérea não são pessoas estúpidas. Eles trabalharam com explosões em pleno ar anteriormente e sabem como destroços costumam se espalhar. Já existe um conjunto de dados substancial sobre explosões e acidentes aéreos a partir do qual os investigadores podem formular suposições bem fundamentadas sobre onde os destroços podem ser encontrados. E, no entanto, mesmo armados com toda essa experiência e informações, eles permanecem totalmente confusos sobre o que aconteceu com o vôo 370.

Fato # 6: Se o vôo 370 foi seqüestrado, não teria desaparecido do radar.
O seqüestro de um avião não faz com que ele simplesmente desapareça do radar. Mesmo que os transponders sejam desativados no avião, radares de solo ainda podem rastrear facilmente a localização da aeronave usando o chamado radar "passivo" (sistemas de radar clássicos terrestres que emitem um sinal e acompanham a sua reflexão).
Assim, a teoria de que o vôo foi sequestrado não faz qualquer sentido. Quando os aviões são sequestrados, eles não somem como por mágica do radar.

CONCLUSÃO: o vôo 370 não explodiu, mas desapareceu.
A conclusão inevitável a partir do que sabemos até agora é que o vôo 370 parece ter completa e inexplicavelmente desaparecido. É evidente que não foi sequestrado (a menos que haja um cover-up em relação aos dados de radar), e podemos estar cada vez mais certos de que não foi uma explosão no ar (a não ser que se conclua que os destroços desapareceram completamente) .
A conclusão inevitável é que a aeronave do vôo 370 simplesmente desapareceu de uma forma tal que ainda não podemos compreender. Isso é o que está originando todos os tipos de teorias bizarras na internet, incluindo discussões sobre possíveis testes de armas militares secretas, ondulações no tecido do espaço-tempo, como no Triângulo das Bermudas, e até mesmo a conjectura de tecnologia extraterrestre possa ter teletransportado a aeronave.
Pessoalmente, eu não estou comprando nada disso sem que surjam mais provas. A explicação mais provável até agora é a de que os destroços simplesmente ainda não foram encontrados porque cairam sobre uma área que está, de alguma forma, fora da zona de pesquisa. Mas a cada dia que passa, mesmo essa explicação torna-se cada vez mais difícil de engolir.
A parte assustadora disso tudo não tem a ver com a descoberta dos destroços, mas com a possibilidade de nunca os encontrarmos. Essa possibilidade significaria que alguma força, totalmente desconhecida, misteriosa e poderosa está agindo em nosso planeta, capaz de arrancar aviões do céu sem deixar sequer um fragmento de evidência.
Se já existe uma arma com tais capacidades, quem quer que a controle já tem a capacidade de dominar todas as nações da Terra com uma arma militar temível de poder inimaginável. Esse pensamento é muito mais assustador do que a idéia de uma aeronave sofrer uma falha mecânica fatal.


Ufologia Paracientífica

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, será muito legal...meu muito obrigado!! Volte Sempre!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
▲ Topo