20 de mar de 2014

ABUSO SEXUAL NA IGREJA CATÓLICA ROMANA: 40% DE FREIRAS CATÓLICAS FORAM SEXUALMENTE ABUSADAS. AQUELAS QUE FICARAM GRÁVIDAS, OS BEBÊS FORAM ASSASSINADOS

Ao longo das últimas décadas alguns dos principais jornais exposeram o problema do abuso sexual sacerdotal de meninos, meninas, mulheres – e até freiras – dentro da Igreja Católica Romana, aqui nos Estados Unidos da América. Por favor, considere cuidadosamente as seguintes citações

[…] celibato é a história da degradação das mulheres e uma das conseqüências são abortos freqüentes e infanticídio.

No século IX, muitos mosteiros eram redutos de homossexuais, muitos conventos foram bordéis em que os bebês eram mortos e enterrados … A promiscuidade era comum em mosteiros e conventos. Ivo de Chartres (1040-1115) fala de conventos inteiros em que as freiras eram freiras só no nome. Elas muitas vezes tinham sido abandonados por suas famílias e eram realmente prostitutas “- Peter de Rosa (” Vigários de Cristo “, 1988, páginas 404 e 408).

“De acordo com uma pesquisa de 1996 sobre freiras nos Estados Unidos Igreja, é relatado que um mínimo de 34 mil freiras católicas (cerca de 40 % de todas as freiras americanas) afirmam ter sido abusados sexualmente. Três em cada quatro dessas freiras afirmaram que foram sexualmente vitimadas por um padre, freira, ou qualquer outra pessoa religiosa. Duas em cada cinco freiras declararam que foram abusadas sexualmente[…] Todas as freiras que afirmavam exploração sexual repetida informaram que elas foram pressionados pelos superiores religiosos a prestar favores sexuais “-” Boston Globe “(2002/01/08) [Ed:. Esta citação é da p.. 179 do livro, "Lodge de Lúcifer", de William H. Kennedy.]


“Então, às vezes, os sacerdotes vêm… e eles ficam com raiva de nós, porque nós nos recusamos a ter relações sexuais com eles voluntariamente … Eu tive meus dentes da frente arrancados num soco…por um sacerdote lascivo que estava tentando forçár a irmã Charlotte… e, em seguida, levá-la para o chão a fim de molestá-la… Aqui estamos nós – um grupo das mais jovens freiras. …de manhã a madre superiora pode dizer o seguinte: “Nós todas vamos ser alinhadas aqui … ‘… Então, você sabe, pode haver dez de nós – pode haver 15 nós. Ela, isto é, a madre superiora vai dizer-nos a todas para tirar a roupa. E nós temos que ficar nuas… Aqui estamos alinhadas e vêm dois ou três padres católicos romanos com licor em seus cintos, isto é, os sacerdotes estão intoxicados, e marcham na frente daquelas meninas nuas (as freiras) e escolhem a garota que eles querem levar com eles para a. Estes são conventos de clausura e não pode ser aberto. O padre pode fazer o que quiser e se esconder por trás do manto da religião! Em seguida, esse mesmo padre católico romano: vai voltar para as Igrejas Católicas Romana e lá ele vai dizer a missa – e lá ele vai para o confessionário e fazer as pessoas pobres acreditarem que…depois de molestar sexualmente uma freira…ele tem o suposto poder de conceder a absolvição dos seus pecados – quando ele é cheio de pecado, cheio de corrupção, de vício.. Ainda assim, ele atua como seu ‘deus’.”

E, em seguida, o sacerdote, ao tentar molestar uma freira, vai socá-la no estômago. Muitas das meninas, as jovens freiras têm bebês abaixo dos seus corações, e o padre não se incomoda em te chutar no estômago com um bebê em seu coração – ele não se importa – o bebê vai ser morto de qualquer maneira – porque esses bebês nascem no convento. [...]o mundo pensa…conventos de clausura…Eles são ordens religiosas. E há bebês nascidos lá! … Eu fiz nascer bebês com estas mãos, e o que eu vi com os meus olhos e fiz com as minhas mãos – eu simplesmente desafio o mundo inteiro a dizer que não é verdade.

E, oh, eu gostaria que você pudesse ver a freira grávida. Ela não está ansiosa para ter um bebê. Não vai sentir o calor do seu corpo. Elas nunca vão nem mesmo dar banho no bebê. Mas ele só pode viver 4 ou 5 horas e, em seguida, a madre superiora vai levar o bebê e colocar os dedos nas narinas dele e cobrir a sua boca e extinguir a sua pequena vida. E por que eles constroem os poços de cal na clausura do convento? Qual é a razão para a sua construção senão um plano para matar os bebês? O bebê será levado para a cova com cal e química e cal é colocado sobre o seu corpo – o que é o fim do bebê “( Os trechos Os trechos acima é uma apresentação gravada pela irmã Charlotte – Freira Carmelita. a.k.a. Charlotte Wells)


Traduçao: Ana Burke
(Proibido copiar sem dar o devido crédito, sob pena de lei)
FONTE: http://www.vaticancrimes.com/



3 comentários:

  1. Sempre soube disso, conversas em família! Além de relatos de uma amiga italiana de que há na Itália conventos onde existem esqueletos de bebês enterrados! Que bebês eram esses? sepultados nos fundos de conventos? Hipocrisia!

    ResponderExcluir
  2. Pois é....as evidências ou testemunhos que realmente comprovam os fatos, de que existe sim um infanticídio em função de ocultar as orgias que existe nesse meio religioso, sendo que os mesmos dizem q sexo é pecado. Mas quando se violenta uma freira e em decorrência disso se gera uma vida e a mesma assassinada por um ato abortivo...como deveria ser considerado essa infame relação religiosa!

    ResponderExcluir
  3. Nunca foram punidor homens mas sim por Deus Todo Poderoso. E sempre vai ter até hoje mesmo.

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, será muito legal...meu muito obrigado!! Volte Sempre!!!