6 de set de 2013

SETE DICAS PARA COMBATER O MAL DO SÉCULO, A DEPRESSÃO


Todo mundo se sente para baixo, em algum momento, geralmente como uma reação às circunstâncias difíceis, mas a depressão clínica vai muito além disso. Nesses casos, uma pessoa experimenta uma tristeza prolongada que está fora de proporção com a causa aparente. Os sintomas físicos e psicológicos afetam a capacidade do corpo de uma pessoa de funcionar normalmente em todo o mundo. A depressão é muitas vezes acompanhada por distúrbios do sono, fadiga, ansiedade, alterações de humor, falhas prolongadas de concentração, dor, apatia, diminuição da libido e pensamentos suicidas. Como esses sintomas podem ser atribuídos a outras doenças ou condições e é sério, é sempre importante consultar um médico para um diagnóstico. 

Dieta: 

A má nutrição é uma das maiores causas de depressão, e uma das soluções mais fáceis e mais esquecidas. A depressão não pode ser gerida ao longo prazo, sem abordar a dieta. Má alimentação é frequentemente associada à depressão, pois os aditivos alimentares, produtos químicos, álcool, açúcar e substitutos do açúcar pode ter sérios efeitos negativos sobre a nossa saúde física e mental. Comer uma dieta saudável (e não uma dieta baixa em carboidratos, neste caso) ajuda a equilibrar os níveis de hormônio corporal, incluindo importantes hormônios do cérebro que nos ajudam a se sentir bem. Por exemplo, os hidratos de carbono complexos a partir de vegetais, legumes e grãos integrais ajudam a produção de serotonina no cérebro e uma "sensação boa" este neurotransmissor é necessário para prevenir e tratar a depressão. 

Uso de ervas: 

Apesar de um estudo bem divulgado que demonstraram a ineficácia da erva de São João contra a depressão severa, muitas pesquisas mostram que ela é eficaz contra depressão leve e moderada, e isso também ajuda a elevar os níveis de serotonina no cérebro. São recomenda-se 900-1200 mg por dia. No entanto, evite tomar a erva de São João, se você estiver tomando antidepressivos farmacêuticos, e não tomá-lo antes de duas a três horas de exposição à luz solar. 

Impulsionar o oxigênio no cérebro: 

A erva gingko biloba ajuda a trazer mais oxigênio para o cérebro através da corrente sanguínea. Seu cérebro precisa de oxigênio para funcionar corretamente. Uma dose benéfica para a depressão é de 60 mg três vezes ao dia. 

Balanceamento de hormônios: 

A suplementação com 2 a 4 gramas de vitamina D por dia pode ajudar com a depressão, porque ajuda o corpo a produzir serotonina. 

Tomar sol: 

Nós todos sabemos que a obtenção de quantidades moderadas de sol ajuda a melhorar o humor. Não é diferente com a depressão. 

Exercício: 

Pessoas que sofrem de depressão devem também complementar suas rotinas diárias através do ar mais fresco e atividade física. Exercício é um anti-depressivo natural e engajar-se em um exercício cardiovascular regular, como caminhada rápida ou corrida é bom para o corpo e a mente. 

Hidratação: 

E como sempre, beber muita água pura para evitar a desidratação, que é muitas vezes um fator de depressão. 

 Fonte: http://www.care2.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, será muito legal...meu muito obrigado!! Volte Sempre!!!

Postagens Relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...