9 de abr de 2013

Amigo conta que Michael Jackson tinha medo de ser baleado nos Estados Unidos

Jason Pfeiffer, ex-dermatologista e amigo do cantor, relatou que Michael pedia doses exorbitantes de analgésicos

Por FAMOSIDADES

SÃO PAULO - Quase quatro anos depois da morte de Michael Jackson, um de seus amigos revelou que, pouco antes de falecer, o "Rei do Pop" estava paranoico com a ideia de ser baleado nos Estados Unidos.

Jason Pfeiffer, ex-dermatologista e amigo do cantor, contou ao tabloide "The Sun" que Michael escolheu os palcos do Reino Unido para retomar a carreira porque lá as leis sobre porte de armas são mais rigorosas do que no país.

"A última vez que o vi ele estava dizendo adeus a todos no escritório, era como se soubesse que nunca iria voltar. Ele costumava dizer ia ser baleado no palco", disse.

"É por isso que ele abandonou a ideia de um retorno nos Estados Unidos: achava que as pessoas tinham acesso a armas e iriam matá-lo. Ele pensava que a América era muito perigosa."

Jason também relatou que Michael pedia doses exorbitantes de analgésicos. "[Ele] exigia o suficiente para derrubar um elefante", disse o amigo do cantor, que insistiu que foi o vício em remédios que matou o astro, em 25 de junho de 2009.

"Michael tinha um desejo de morte com seu vício em drogas. Ele falsificou ordens médicas para que pudesse receber analgésicos pesados como Demerol. Ele sentia que era imune a volumes normais e implorava por quantidades extras."


Pai de Michael Jackson revela que a mãe dava surras no cantor
Joe Jackson concedeu entrevista ao programa “Legendários”


RIO DE JANEIRO – Joe, pai de Michael Jackson, não teve papas na língua para falar da infância do "Rei do Pop". Mesmo admitindo sua culpa, ele garantiu que não era o único a bater no filho.

“Bom, mantiveram elas longe de problemas. Quando se tem muitos filhos você tem que assegurar que eles não se metam em encrencas. Nenhum deles foi preso e nem usaram drogas, entende? Nenhum deles teve problemas com bebidas alcoólicas. Eles foram boas crianças e foram bem criadas. Porque tinham um pai rígido, e a mãe... A mãe também dava muitas surras. Todo o mundo pega no meu pé porque eu bati, mas quando ela batia...”, revelou ele, referindo-se a Katherine Jackson, durante entrevista ao programa “Legendários”.

O empresário contou ainda que fez de tudo para dar uma educação exemplar para os filhos: “Eu os criei de forma que respeitassem a todos, independentemente da cor. Essa é a verdade


Veja o vídeo:

http://entretenimento.br.msn.com/famosos/pai-de-michael-jackson-revela-que-a-mãe-dava-surras-no-cantor


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, será muito legal...meu muito obrigado!! Volte Sempre!!!

Postagens Relacionadas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...